INVESTIGAÇÕES

Polícia investiga agressão cometida por ex-presidente do Sindicato dos Policiais Civis contra jovem no Recife

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível observar o momento que o comissário aposentado atinge o jovem com tapas

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 04/05/2021 às 17:35
Notícia
REPRODUÇÃO/TV JORNAL
O caso será investigado pela Delegacia do Rio Branco - FOTO: REPRODUÇÃO/TV JORNAL
Leitura:

A Polícia Civil de Pernambuco informou, nesta terça-feira (4), que a Delegacia do Rio Branco está investigando uma agressão cometida pelo comissário especial Cláudio Marinho da Silva Neto contra um jovem no Centro do Recife. Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível observar o momento que o ex-presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol-PE) atinge o jovem com tapas.

"A Polícia Civil de Pernambuco informa que o comissário especial de Polícia Cláudio Marinho da Silva Neto encontra-se aposentado desde novembro de 2014. Ao tomar conhecimento do fato, a Polícia Civil iniciou a apuração do caso através da Delegacia do Rio Branco, e adotará as providências cabíveis", disse. 

Em entrevista à TV Jornal, o comissário informou que o ocorrido foi um "ato de insanidade" de um cidadão que se sentiu violado, por ter sido assaltado no Centro do Recife. Cláudio disse, ainda, que na região não há um programa que combata o roubo e que, por isso, pessoas são roubadas diariamente. 

Por meio de nota, o Sinpol-PE afirmou que tomou conhecimento do vídeo, mas que o ex-presidente do sindicato "não faz parte dos quadros do sindicato nem estava exercendo a função policial, não havendo nenhum vínculo entre ele e o Sinpol".

A entidade, no entanto, lamenta "a violência generalizada que acomete toda a sociedade pernambucana e a impossibilidade, por falta de valorização e condições de trabalho da Polícia Civil, de conseguirmos exercer nossas melhor nossas atividades para conter ou ao menos minimizar a violência sofrida diariamente pelo cidadão pernambucano".

Jornal do Commercio tentou entrar em contato com o comissário aposentado, mas não obteve sucesso. 

 

Comentários

Últimas notícias