Fuga

Fuga em massa: dezenas de presos fogem da cadeia pública de Serra Talhada

Criminosos tomaram as armas de três policiais, segundo informações do Sindasp

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 13/05/2021 às 22:27
Cortesia/WhatsApp
Cadeia de Serra Talhada - FOTO: Cortesia/WhatsApp
Leitura:

Ao menos 25 detentos fugiram da Cadeia Pública de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, durante a noite desta quinta-feira (13). Segundo o Sindicato dos Agentes e Servidores Sistema Penitenciário do Estado de Pernambuco (Sindasp), os resgatadores chegaram em uma caminhonete modelo Saveiro, de cor branca e aproveitaram o momento em que um dos agentes abril o portão para entregar o jantar.

Os criminosos tomaram as armas de três policiais, renderam os agentes de segurança e começaram a abrir as celas, liberando os presos. Duas pistolas de PMs do 14° Batalhão de Polícia Militar (BPM), de Serra Talhada, teriam sido levadas na fuga.

A reportagem do Jornal do Commercio entrou em contato com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres). Em nota, o órgão disse que 10 detentos foram recapturados. Veja a íntegra:

Nota à imprensa - Serra Talhada

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informa que no final da tarde desta quinta-feira (13.05), foi registrada uma fuga na cadeia pública de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, resultando na evasão de 27 detentos. Dez deles já foram recapturados pelas polícias Militar, que fazia a segurança do estabelecimento penal, e Civil. Ambas seguem com as buscas.

A Seres esclarece que as fotos da cadeia destruída que estão circulando em blogs da região não procedem. As circunstâncias em que o fato ocorreu estão sendo investigadas pela Polícia Civil da circunscrição. A Seres informa também que quatro suspeitos de participarem do resgate foram presos.

Outra fuga

Também no Sertão do Estado, no município de Limoeiro, 27 detentos fugiram após explosão no muro da penitenciária no ano passado. Entre os fugitivos estava um homem suspeito de envolvimento em diversos assaltos a banco e condenado por homicídios, que já havia fugido outra vez, além de outros detentos considerados de "alta periculosidade". 

 

 

Cortesia/WhatsApp
Cadeia de Serra Talhada - Cortesia/WhatsApp

Comentários

Últimas notícias