Vacinação

Vacinação de policiais penais e agentes socioeducativos foi iniciada nesta sexta-feira

Primeiros profissionais contemplados em Pernambuco receberam dose inicial do imunizante da AstraZeneca/Oxford

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 28/05/2021 às 15:15
Notícia
Aluísio Moreira/SEI
A agente socioeducativa Reicla Félix recebeu a primeira dose da vacina contra covid-19 - FOTO: Aluísio Moreira/SEI
Leitura:

 A imunização dos policiais penitenciários e agentes socioeducativos contra a covid-19, foi iniciada nesta sexta-feira (28). Em solenidade na sede da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, no bairro do Recife, os primeiros profissionais receberam a dose inicial do imunizante da AstraZeneca/Oxford. A vacinação para esse grupo prioritário, bem como para toda a população carcerária e de socioeducandos do Estado, foi autorizada na quinta-feira (27), com base no Programa Nacional de Imunização (PNI).

 De acordo com o governador Paulo Câmara, que esteve presente na solenidade, a meta do Executivo é aumentar a velocidade na vacinação neste mês de junho. “Temos um planejamento em execução e esperamos que todas as doses prometidas para este mês cheguem, porque é fundamental para cumprirmos o planejado”, frisou o gestor.

Agente socioeducativo no Centro de Internação Provisória do Recife (Cenip), Isael Flávio, 34 anos, falou sobre o sentimento de alívio em receber a primeira dose da vacina. “Me sinto muito feliz por ser um dos primeiros e estar representando minha classe. É uma sensação de liberdade, de saber que estou mais seguro para exercer minha função”, comemorou. Também foram vacinados a agente socioeducativa Reicla Félix e os policiais penais Elisângela Maria de Santana e Carlos Alberto Cordeiro.

>>Secretária de Saúde de cidade no interior de Pernambuco relata situação dramática de oxigênio para pacientes com covid-19

Na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), 2.017 profissionais serão contemplados nesta etapa. Desses, cerca de 1.400 são agentes socioeducativos. “Enxergamos esse momento com muita esperança de que a gente vai poder superar essa fase difícil. São mais de dois mil funcionários que receberão a vacina, isso dá ao sistema uma segurança para que a gente possa trabalhar sem a sombra do vírus”, disse o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes.

 "A gente não pode pensar no sistema de segurança pública sem pensar no sistema penitenciário. É uma satisfação poder vacinar este grupo tão essencial. Vamos garantir o funcionamento dessa estrutura e a saúde dos nossos profissionais”, pontuou o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização, 1.563 policiais penais irão receber a vacina.

Comentários

Últimas notícias