Covid-19

Governo adia coletiva de imprensa sobre a situação da covid-19 em Pernambuco para sexta-feira (2)

Há uma expectativa de que seja anunciada uma nova flexibilização das atividades econômicas e sociais, incluindo desta vez o setor de eventos

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 01/07/2021 às 15:09
Notícia
HEUDES RÉGIS/SEI
Governo costuma realizar nas quintas-feiras as coletivas para a atualização da situação da covid-19 e anúncios de novas medidas - FOTO: HEUDES RÉGIS/SEI
Leitura:

O Governo de Pernambuco informou no início da tarde desta quinta-feira (1º) que a tradicional coletiva de imprensa realizada nas quintas-feiras sobre a situação da covid-19 em Pernambuco só vai ocorrer nesta sexta-feira (2), às 11h. 

Há uma expectativa de que seja anunciada uma nova flexibilização das atividades econômicas e sociais, incluindo desta vez o setor de eventos.

Os municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR), Agreste, Sertão do Araripe e Sertão do São Francisco, estão encerrando a sua segunda e última semana com as atuais medidas restritivas, previstas para se encerrarem no próximo domingo (4), de acordo com o decreto 50.874.

Lá, o horário permitido estabelecimentos como shoppings, bares e restaurantes funcionam é de até às 22h nos dias de semana e até às 21h nos sábados, domingos e feriados.

Já no caso dos 35 municípios do Sertão do Pajeú e do Moxotó, a atual fase de flexibilização entrou em vigor na segunda-feira (28), por conta da melhoria dos índices da pandemia na região. Nessas cidades, os estabelecimentos podem funcionar até as 20h todos os dias.

Nesta quinta-feira (1º), a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou 1.997 novos casos de covid-19 e 35 novos óbitos. O estado agora totaliza 552.289 casos confirmados da doença e 17.720 desde o início da pandemia.

A média móvel de mortes registrou a mais longa tendência de queda desde outubro de 2020. A queda ocorre há 11 dias. A taxa está em 37, número 41% menor do que o registrado há 14 dias atrás.
Atualmente, a taxa de ocupação dos leitos de UTI na rede pública é de 71%. O índice é o menor registrado desde novembro de 2020.

Dos leitos de enfermaria, a ocupação está em 61%. Já na rede privada, 70% dos leitos de UTI e 50% dos leitos de enfermaria estão ocupados.

Eventos

Representantes do setor de eventos realizaram um protesto na última terça-feira (29) em frente ao Palácio do Campo das Princesas, no bairro de Santo Antônio, área central do Recife, reivindicando um aumento do número de pessoas permitidas nos eventos corporativos, técnicos e científicos.

Atualmente, só podem ser realizados eventos dessa natureza com a presença de 50 pessoas ou 30% da capacidade do local, o que for menor. A música ao vivo está proibida. Eventos sociais e culturais seguem vedados.

O setor pede que, após 15 dias da medida reivindicada, seja feita uma reavaliação para analisar se é possível aumentar a capacidade novamente para 200 pessoas.

Os secretários da Casa Civil Adilson Filho e Eduardo Figueiredo receberam os manifestantes e prometeram anunciar uma nova flexibilização para o setor.

Comentários

Últimas notícias