ASSASSINATO

Polícia prende no Maranhão homem suspeito de matar eletricista da Celpe em Pernambuco

O crime ocorreu no ano passado, em Limoeiro. Eletricista tinha ido cortar a energia de um haras

Douglas Hacknen
Cadastrado por
Douglas Hacknen
Publicado em 14/07/2021 às 22:53 | Atualizado em 15/07/2021 às 10:42
CORTESIA
A vítima, José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos, foi ao local realizar o corte de energia por inadimplência - FOTO: CORTESIA
Leitura:

O suspeito de ter assassinado um funcionário da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) em um haras de Limoeiro, no Agreste do Estado, foi preso no Maranhão. A prisão ocorreu nesta quarta-feira (14). O crime foi cometido em 29 de setembro do ano passado. A vítima, José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos, estava trabalhando e foi ao local realizar o corte de energia por inadimplência.

A prisão ocorreu em uma ação conjunta da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), com a Polícia Civil do Maranhão. O homem apreendido tem 45 ano e seria proprietário do Haras. No dia do crime ele teria atirado em José e apontado a arma para outro colaborador, exigindo que ele religasse a energia, e fugido em seguida.

A PCPE informou que deve detalhar o caso em coletiva de imprensa, que será realizada nesta quinta-feira (15).

Por nota, a Celpe afirmou que a prisão "representa não apenas o fim da impunidade, mas reforça um sentimento de segurança para os profissionais da companhia". "A Celpe que, por meio do Disque-Denúncia, estava oferecendo recompensa de R$ 100 mil por informações que levasse ao suspeito, reconhece o empenho das autoridades de segurança pública do Estado", completou.

“Os crimes cometidos contra dois trabalhadores no legítimo dever de suas atividades não poderiam ficar impunes. As prisões reforçam o sentimento de justiça e a confiança no trabalho das autoridades policiais. A elucidação dos casos tranquiliza nossos colaboradores”, comenta o presidente da Celpe, Saulo Cabral.

Comentários

Últimas notícias