Precaução

'Este ano, eu lamento informar para a população, a gente não vai fazer festa de ano novo', diz prefeito de Jaboatão

De acordo com Anderson Ferreira, apesar da vacinação contra a covid-19 estar avançada na cidade, não seria prudente promover o evento neste momento, com a pandemia ainda em curso

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 20/09/2021 às 15:59
Notícia
Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaboatão
Praia de Candeias recebeu mais de 300 mil pessoas no réveillon 2020 - FOTO: Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaboatão
Leitura:

O prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), informou nesta segunda-feira (20) que o município não terá sua tradicional festa de réveillon na orla da praia de Candeias em 2022. De acordo com o gestor, apesar da vacinação contra a covid-19 estar avançada na cidade, não seria prudente promover o evento neste momento, com a pandemia ainda em curso. A Prefeitura do Recife afirmou que ainda não tomou nenhuma decisão relacionada à festa até o momento.

"Este ano, eu lamento informar para a população, a gente não vai fazer o réveillon. Essa pandemia continua, lógico que de uma forma mais tranquila, até porque nós estamos com 90% da população do município que poderia se vacinar, vacinada com pelo menos a primeira dose, mas a gente tem que ter um cuidado maior, pois muita gente acha que basta estar vacinado com as duas doses que não vai pegar a doença. Não, você pode pegar. Pode ser que você não tenha uma reação grave, mas pode transmitir. Nesse momento eu acho muito prematuro (fazer a festa)", afirmou Anderson, em entrevista à Rádio Clube.

>> Zezé di Camargo & Luciano vão tocar no réveillon de Jaboatão dos Guararapes; veja outras atrações

>> Veja como foi a virada do ano em Recife, Jaboatão e Olinda

>> Veja fotos da virada de ano pelo mundo

>> Shows e queima de fogos levam 200 mil para festa da virada em Jaboatão dos Guararapes

A última festa da virada realizada em Jaboatão foi em 2019, quando cerca de 300 mil pessoas foram conferir a queima de fogos na beira-mar e assistir a shows de artistas como Zezé di Camargo e Luciano, Amigos Sertanejos, Geraldinho Lins, entre outros.

Na entrevista desta manhã, Anderson Ferreira também mencionou dificuldades para a realização da festa que vão além da covid-19, como o tempo curto para a organização da festividade. "Ninguém organiza um réveillon com dois meses, com 30 dias. Isso requer um estudo feito com antecedência, contrações, então a gente não quis avançar até para saber como vai se comportar a pandemia em 2022", detalhou o prefeito.

CARNAVAL

Ao ser questionado sobre a possibilidade de realização de festas de carnaval na cidade, Anderson afirmou que ainda não há nada decidido neste sentido e disse que sua equipe irá analisar a situação quando o período festivo estiver mais próximo. "O prazo ainda está um pouco distante para o carnaval, então nós vamos analisar como a pandemia vai se comportar daqui a dois meses e ver se algo poderá ser feito", prometeu.

Comentários

Últimas notícias