CRIME

Filho é preso por manter idosa de 77 anos em condições de maus tratos, na Zona Oeste do Recife

A mãe do suspeito sofre de Alzheimer e estava acamada

Julianna Valença
Julianna Valença
Publicado em 01/10/2021 às 16:26
Notícia
Divulgação/PCPE
A mãe do suspeito sofre de Alzheimer e estava acamada. - FOTO: Divulgação/PCPE
Leitura:

Uma idosa de 77 anos foi resgatada de situação de maus tratos no bairro da Mustardinha, na Zona Oeste do Recife. Segundo a polícia, o filho da idosa, de 53 anos, foi preso em flagrante nessa quinta-feira (30), devido às práticas de maus tratos, retenção de documentos e apropriação de rendimentos da idosa.

>> Procon Pernambuco dá 9 dicas para idosos não serem vítimas de fraudes; confira

A mãe do suspeito sofre de Alzheimer e estava acamada. Segundo a polícia, a mulher foi encontrada em situação inóspita. “Quando chegamos ao local vimos uma situação completamente degradante, terrível. A mãe do rapaz estava sem condições de estar no local, mal alimentada e mal vestida”, explica a delegada Lídia Mara Barci, da Delegacia do Idoso/DHP.

Divulgação/PCPE
Quando chegamos ao local vimos uma situação completamente degradante, terrível", relata a delegada Lídia Mara Barci. - Divulgação/PCPE
Divulgação/PCPE
Quando chegamos ao local vimos uma situação completamente degradante, terrível", relata a delegada Lídia Mara Barci. - Divulgação/PCPE

De acordo com a Polícia, o suspeito confessou o crime mas foi agressivo com os agentes, na abordagem. “Ele confessa o crime, diz que pegava o cartão da mãe e usava o dinheiro para a mãe e para ele também. Ele não trabalhava, vivia às custas da mãe”, relata a delegada.

Denúncias de maus tratos

As denúncias de crimes contra os idosos devem ser feitas através do Disque 100, 190, na delegacia do idoso ou em alguma outra mais próxima. De acordo com o delegado Bruno Magalhães, todas as denúncias serão apuradas para que os responsáveis pelos maus tratos sejam presos.

“A denúncia é muito importante, seja por um morador, vizinho ou familiar. Os sinais podem ser que o idoso não esteja mais saindo de casa, o que pode configurar um cárcere privado ou esteja mais magro… a denúncia é importantíssima para a Polícia”, explicou Bruno Magalhães.

Divulgação/PCPE
Quando chegamos ao local vimos uma situação completamente degradante, terrível", relata a delegada Lídia Mara Barci. - FOTO:Divulgação/PCPE

Comentários

Últimas notícias