Incêndio

Secretaria de Turismo e Lazer do Estado discute a reconstrução do Mercado de Artesanato de Itapissuma

A Setur determinou a ida de engenheiros ao local para elaboração de laudo técnico que orientará o projeto para reerguer o Mercado de Artesanato

Cássio Oliveira Mirella Araújo
Cássio Oliveira
Mirella Araújo
Publicado em 15/10/2021 às 18:53
Notícia
Matheus Ribeiro/SeturPE
Secretário Rodrigo Novaes visita Itapissuma e discute a reconstrução do Mercado de Artesanato - FOTO: Matheus Ribeiro/SeturPE
Leitura:

A Secretaria de Turismo e Lazer do Estado (Setur) irá elaborar um convênio com o município de Itapissuma, no Grande Recife, para reconstrução do Mercado de Artesanato da cidade, atingido por um incêndio na última quarta-feira (13). O espaço ficou completamente destruído pelo fogo, e pode ter comprometido também outro ponto importante para a cidade, o corredor de boxes do Polo Gastronômico,  onde é servida a famosa Caldeirada de Itapissuma, já interditado pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros, até a liberação do laudo técnico. 

“Estivemos no mercado, vendo o estrago causado pelo incêndio e, de fato, toda a estrutura foi comprometida. É necessário realizar perícia para avaliar o comprometimento da parede lateral, que é ligada à área da caldeirada, para que a gente possa avançar na realização do projeto de reconstrução. Já amanhã vamos enviar engenheiros para iniciar esses estudos”, afirmou o secretário estadual de Turismo, Rodrigo Novaes, que realizou uma vistoria no local, na manhã desta sexta-feira (15).

“Com o laudo definitivo, poderemos avançar nos encaminhamentos para firmar convênio com o município para elaborar o projeto e, logo, realizar a obra. Esta é a determinação do governador Paulo Câmara, para que aquele importante equipamento turístico, símbolo do Litoral Norte, seja renovado, cumprindo seu papel de atrair visitantes e gerar emprego e renda para a população. É extremamente importante que a gente possa fazer isso da maneira mais breve”,  explicou Novaes. 

Também estiveram na área do Mercado de Artesanato para avaliar quais medidas devem ser tomadas a partir de agora para retomar o funcionamento do local,  o presidente da Empetur, Antonio Neves Baptista, o prefeito de Itapissuma, Zé de Irmã Teca, e o secretário de Turismo municipal, Ricardo Oliveira, além de vereadores da região. Participaram do encontro ainda o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros; o deputado federal André de Paula e o secretário-executivo de Turismo de Pernambuco, José Carlos Guerra.

Auxílio

Nessa quinta-feira (14), a Prefeitura de Itapissuma divulgou um plano de ação para minimizar os impactos econômicos causados pelo incêndio no Mercado de Artesanato da cidade. Os artesãos que perderam seus espaços de venda e peças poderão divulgar e vender os artesanatos no Shopping de Igarassu, gratuitamente. Além disso, a Secretaria de Municipal de Turismo realizará feiras itinerantes no município, à medida novas peças sejam produzidas.

Um auxilio também será disponibilizado para os trabalhadores da Caldeirada de Itapissuma com o crédito diretamente em conta bancária a partir de quarta-feira (20 de outubro). Os artesãos que trabalhavam no Mercado de Artesanato também receberão o auxílio.

Saiba quem terá direito:

- Donos dos restaurantes do polo gastronômico: R$ 2.500,00 semanal
- Funcionários da Caldeirada: R$ 200,00 semanal
- Ambulantes: R$ 200,00 semanal
- Artesãos que faziam exposição de suas peças no Mercado e estavam frequentemente dentro do mercado, como única fonte de renda: salário mínimo + ressarcimento do valor das peças perdidas e/ou - avariadas.
- Artesãos que apenas deixavam suas peças no Mercado: ressarcimento do valor das peças perdidas e/ou avariadas.
- O auxilio para artesãos durará o fim da reforma do Mercado do Artesanato. Para os funcionários e donos de restaurantes na Caldeirada, o valor será pago até sair o laudo técnico com as ações de segurança necessárias.

Documentação

A Secretaria Municipal de Turismo e o Conselho Municipal de Turismo irão realizar o cadastro das pessoas que trabalhavam na área da caldeirada. Para se cadastrar será preciso apresentar:

- CPF
- RG
- Comprovante de Residência

 

Comentários

Últimas notícias