POLÍCIA

Pelo menos duas tentativas de feminicídio são registradas em Pernambuco em 24h

Os casos aconteceram em João Alfredo, no Agreste, e no bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife, na manhã dessa terça-feira (29) e na madrugada desta quarta (30)

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 30/03/2022 às 11:28 | Atualizado em 30/03/2022 às 19:33
JC IMAGEM
Em ambos os casos, os principais suspeitos são os ex-companheiros das vítimas - FOTO: JC IMAGEM
Leitura:

Com informações das repórteres Renata Araújo e Cinthia Ferreira, da TV Jornal

Em menos de 24h, pelo menos duas mulheres foram vítimas de tentativas de feminicídio em Pernambuco. Os casos aconteceram em João Alfredo, no Agreste, e no Bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife, na manhã dessa terça-feira (29) e na madrugada desta quarta (30), respectivamente. Em ambos os casos, os principais suspeitos são os ex-companheiros delas.

O primeiro aconteceu no estúdio de beleza da cabeleireira e maquiadora Valdêne de Souza da Silva, 35 anos. Por volta das 10h30, o ex-namorado José Renan Pereira Chaves, de 31 anos, entrou no estabelecimento e atirou duas vezes na cabeça dela. A informação inicial é de que, em seguida, ele teria tirado a própria vida.

Ela foi inicialmente levada a uma unidade de saúde no município e depois transferida para o Hospital da Restauração, no Derby, na capital pernambucana, onde está internada em estado grave.

Amigos e familiares informaram à reportagem que o relacionamento de 3 anos dos dois era bem conturbado, com muitas idas e vindas. O crime chocou a cidade, já que Valdêne é conhecida por ser considerada uma das melhores profissionais no ramo da beleza de João Alfredo, com 25 mil seguidores só no Instagram.

ARTES/JC
Números da violência - ARTES/JC

O segundo foi contra a vendedora Elivania Alves de Souza, de 35 anos, em torno da 0h desta madrugada. O companheiro dela, que trabalha com carga e descarga e não teve o nome divulgado, a acordou jogando café quente em seu ouvido na casa onde mora, no Sancho.

A vítima contou ao delegado Helder Bezerra que estava há 17 anos com ele, mas que nos últimos tempos o relacionamento ficou conturbado, com diversas agressões e ameaças quando ela insinuava que o deixaria. Após uma grande discussão durante a noite de terça, ela acabou o relacionamento e foi dormir.

Foi quando, inconformado, ele teria cometido o crime, presenciado pelos filhos do casal. Segundo o delegado, a mulher ainda está internada na Unidade de Pronto Socorro (UPA) dos Torrões, na Zona Oeste, para fazer mais exames e saber se teve maiores danos na audição. O homem está foragido.

Por nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que ambos os casos foram enquadrados como tentativas de feminicídio e tiveram investigações iniciadas, que continuam até total elucidação dos crimes.

Especial: #UmaPorUma

Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, o JC contou todas. Mapeou onde as mataram, as motivações do crime, acompanhou a investigação e cobrou a punição dos culpados. Um banco de dados virtual, com os perfis de vítimas e agressores, além dos trágicos relatos que extrapolam a fotografia da cena do crime. Entender como e por que aquelas mulheres chegaram até ali. Neste especial, a dor que não vai passar. Mas que gera – precisa gerar – reação, cobrança, enfrentamento. Para ajudar a prevenir e, principalmente, salvar vidas. Leia o Especial #UmaPorUma.

Comentários

Últimas notícias