DESLIZAMENTO

CHUVAS NO GRANDE RECIFE: ao menos uma pessoa morre em deslizamentos de barreira em Olinda

Um dos corpos foi encontrado no Córrego do Abacaxi, e outro no Córrego do Abacate

Katarina Moraes
Cadastrado por
Katarina Moraes
Publicado em 25/05/2022 às 10:59 | Atualizado em 25/05/2022 às 16:00
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
CÓRREGO DO ABACAXI Durante todo o dia, equipes do Corpo de Bombeiros fizeram buscas para encontrar as vítimas desaparecidas. Cães farejadores também ajudaram nos trabalhos, mas não houve sucesso - FOTO: WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Leitura:

Atualizada às 13h de 25 de maio de 2022

O Corpo de Bombeiros de Pernambuco (CBPE) confirmou a morte de um homem soterrado por deslizamentos de barreira em Olinda, no Grande Recife, durante as chuvas desta quarta-feira (25). O corpo foi encontrado no Córrego do Abacate.

O Corpo de Bombeiros continua procurando por um casal que, de acordo com familiares, está soterrado no Córrego do Abacaxi. Antes, a corporação havia dito que o corpo do homem tinha sido encontrado, informação que é corrigida agora.

Estão desaparecidos o armador de construção civil Sérgio Pimentel e a esposa, a dona de casa Rosimere Hipólito da Silva, de 44 anos. Ambos estão sendo procurados sob os escombros.

Os Bombeiros realizam buscas no local desde as 1h54 com a ajuda de cães farejadores. Nesta manhã, familiares auxiliavam no trabalho, utilizando enxadas para procurar pelos parentes, mas foram afastados por questões de segurança, já que segue caindo terra da barreira que deslizou.


Os vizinhos estão sendo orientação pela corporação a se deslocar para casa de amigos e familiares durante as chuvas, que não cessam. Não há equipes da Prefeitura de Olinda ou da Defesa Civil de Pernambuco no local.

O irmão da mulher desaparecida, o pintor Ezequiel Justo, contou à reportagem que chegou a pedir que ela descesse e dormisse na casa da família, mas disse que ela insistiu e passou a noite em casa. Desesperado, o homem desabafou que há anos o local não recebe a visita do poder público.

"A prefeitura colocou lona nas outras barreiras ao lado, mas não nessa. Se tivesse prevenido isso, não tinha acontecido esse acidente. Ontem a noite eu falei, 'dorme aqui com teu marido', ela disse 'vou fazer o feijão e vou descer'. Na última vez que a vi, ela perguntou se a internet tinha caído, eu disse que não e ela subiu. E acabou. Jesus levou", disse Ezequiel.

Segundo testemunhas, foram dois deslizamentos no local desde a madrugada desta quarta. Uma outra casa também foi soterrada, mas ninguém estava dentro.

O que diz a Prefeitura de Olinda?

Por nota, a Prefeitura de Olinda afirmou que o prefeito Professor Lupércio orientou "que seja dado todo suporte necessário para as famílias das vítimas". Ainda, disse que a Prefeitura "está com cinco unidades de ensino recebendo os desabrigados da chuva e quatro pontos de recolhimento de donativos para as famílias mais necessitadas".

Comentários

Últimas notícias