Distúrbios Ondulatórios de Leste

Ondas de Leste: entenda fenômeno que causa chuvas e mortes no Recife

Ondas de Leste são principais responsáveis pela formação das nuvens e chuvas no litoral do Recife e resto de Pernambuco entre maio e julho

Rafael Carvalheira
Cadastrado por
Rafael Carvalheira
Publicado em 28/05/2022 às 14:02 | Atualizado em 28/05/2022 às 14:08
Bruno Campos/JC Imagem
Ondas de Leste: corpos retirados em um dos locais de morte no Grande Recife - FOTO: Bruno Campos/JC Imagem
Leitura:

O fenômeno chamado Distúrbios Ondulatórios de Leste (DOLs) ou Ondas de Leste (OL) é o responsável por provocar as fortes chuvas capazes de causar tragédias e mortes no litoral e zona da mata de Pernambuco.

O conhecimento sobre o fenômeno das Ondas de Leste não é novo. Há registros de estudos sobre os Distúrbios Ondulatórios de Leste desde a primeira metade do século passado.

Ondas de Leste nada mais são do que um fenômeno que provoca forte calor na região do Oceano Atlântico, próximo à costa da África, influenciando nos campos de vento e de pressão.

Na costa de Pernambuco, isso chega empurrado pelos ventos e se traduz na formação de muitas nuvens com chuvas fortes no período que engloba o outono e inverno na região, ou seja, entre maio e o início de agosto.

Estudo sobre Ondas de Leste

Na Revista Brasileira de Climatologia, no estudo Distúrbio Ondulatório de Leste como Condicionante a Eventos Extremos de Precipitações em Pernambuco (Clique para ler texto completo), os autores Célia Cristina Clemente Machado, Ranyére Silva Nóbrega, Tiago Henrique Oliveira, Keyla Manuela Alencar da Silva Alves - do Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGEO) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - analisaram o evento ocorrido em junho de 2010.

Na ocasião, as chuvas provocadas pelas Ondas de Leste impactaram fortemente municípios da Mata Sul de Pernambuco. "A ocorrência de um DOL acoplado a condições de temperaturas de superfície do mar anômalas modulou a intensificação de um sistema convectivo de mesoescala, que produziu precipitações acima dos padrões normais durante 3 dias. O sistema de DOL (Distúrbio Ondulatório do Norte) pelo seu tempo de duração e pelos valores de precipitação superiores a 100 mm indicam que esse distúrbio é um sistema importante para ocorrência de chuva na costa leste" do Nordeste.

Fatores além das Ondas de Leste

O artigo concentra foco especificamente em torno de Palmares. "Quanto aos impactos ocorridos no município de Palmares, uma série de fatores foram responsáveis e não apenas o evento em si. As elevadas precipitações ocorridas nas semanas anteriores ao evento e sua concentração em três dias principalmente nas cabeceiras, as características do solo e do relevo e a ocupação das planícies de inundação pela população agravaram para proporções catastróficas um evento já em si muito intenso".

Na ocasião, um total de 20 pessoas morreram nas enchentes na região de Palmares e mais de 80 mil tiveram que deixar suas casas.

As Ondas de Leste em animação

Na animação abaixo, os autores do canal Somar Meteorologia explicam didaticamente a formação do fenômeno e suas consequências no litoral de Pernambuco.

Comentários

Últimas notícias