descaso

TRAGÉDIA NA CHUVA: veja quantas pessoas já morreram por causa da chuva forte no Grande Recife

Até a última atualização desta matéria, tinham sido registradas mortes no Recife, Olinda, Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes

Ana Maria Miranda
Cadastrado por
Ana Maria Miranda
Publicado em 28/05/2022 às 12:43 | Atualizado em 28/05/2022 às 18:41
Bruno Campos/JC Imagem
Retirada dos corpos no Córrego do Abacaxi, bairro de Caixa D'Água, Olinda - FOTO: Bruno Campos/JC Imagem
Leitura:

Pelo menos 34 pessoas já tiveram a morte confirmada após as fortes chuvas que caem na Região Metropolitana do Recife (RMR) desde o início da semana. Até a última atualização desta matéria, tinham sido registradas mortes no Recife, Olinda, Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes.

De acordo com o último balanço divulgado pela Defesa Civil de Pernambuco, por volta das 18h15 deste sábado (28), a morte de 34 pessoas tinha sido confirmada em decorrência das chuvas.

Em Olinda, três pessoas morreram devido a deslizamentos de barreiras, um no Córrego do Abacate e outro no Córrego do Abacaxi. O primeiro corpo, de José Cláudio da Silva, 62 anos, foi encontrado ainda na quarta-feira (25).

Os outros dois, do armador de construção civil Sérgio Pimentel dos Santos, 53, e da dona de casa Rosimere Silva de Oliveira, 47, foram retirados dos escombros da residência deles na quinta (26), após mais de 24 horas de buscas.

Na quinta-feira (26), também foi confirmada a morte de um motociclista que tentou atravessar uma área de alagamento no bairro de Peixinhos, em Olinda. O encarregado da Defesa Civil do Recife e ex-jogador de futebol profissional Aureogildo Antônio de Vasconcelos Júnior, 36 anos, estava desaparecido desde a terça (24).

Na sexta-feira (27), foi encontrado o corpo da quinta vítima das chuvas no Estado, no bairro da Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. O jardineiro Alex Rodrigo da Luz, 41 anos, teria tentado salvar um animal e foi arrastado pela correnteza.

Na manhã do sábado (28), a Defesa Civil de Pernambuco confirmou a morte de duas pessoas que morreram após deslizamentos de barreira, uma no Córrego do Jenipapo e outra no Sítio dos Pintos. A identidade delas não foi divulgada.

A Prefeitura de Camaragibe confirmou a morte de seis pessoas, também por deslizamento de barreiras, no Córrego do Desastre, Alto de Santo Antônio e bairro do Estados. Não há informações sobre a identificação das vítimas.

Além das mortes divulgadas pela Defesa Civil de Pernambuco, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Ibura, na Zona Sul do Recife, confirmou a morte de outras 21 pessoas em deslizamentos de barreiras. Entre elas, crianças e adultos. A vigésima vítima não teve a idade divulgada. Além disso, há vários outros feridos.

Confira os nomes das vítimas fatais no Ibura:

Kaike Marques Rocha, 7 anos
Emili Marques Rocha de Lima, 5 anos
Rayonara Ribeiro de Oliveira, 30 anos
Elisangela da Silva Rocha, idade ainda não informada
Taís Lúcia Oliveira da Silva, 21 anos
Beatriz Santos da Silva, 1 ano e 8 meses
Taís Soares dos Santos, 13 anos
Assessoria de comunicação confirma, além deles, mais 13 óbitos

Veja os nomes dos feridos no Ibura:

Maria José Gomes da Silva, 82 anos
Maria Lúcia da Conceição, 54 anos
Lucas Gabriel França da Silva, 13 anos
Ezequiel Nascimento da Costa Santana, idade ainda não informada
Ednaldo Cecílio Batista, idade ainda não informada
Letícia da Silva Leandro, idade ainda não informada
Miguel Lima da Silva Ramos, idade ainda não informada
Marta Maria Alves de Lima, idade ainda não informada
Luciene Maria da Sikva Oliveira, idade ainda não informada
Shyrlayne Carneiro dos Santos, idade ainda não informada

As informações são da assessoria de comunicação da unidade, que é administrada pela Organização Social de Saúde Hospital do Tricentenário.

Já a assessoria de imprensa da UPA do Curado confirmou a morte de uma criança de dois anos e outra de três anos, também em deslizamentos de barreiras. Os nomes não foram divulgados.

Comentários

Últimas notícias