facada

Em entrevista ao humorista Carioca, Bolsonaro diz que vai passar por nova cirurgia

Esta será a quinta operação relacionada à facada desde o incidente

JC
JC
Publicado em 09/03/2020 às 10:17
Notícia
REPRODUÇÃO/TWITTER
Presidente não especificou qual será a operação - FOTO: REPRODUÇÃO/TWITTER
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesse domingo (8), que vai ser submetido a uma nova cirurgia. A informação foi revelada em entrevista concedida ao humorista Márvio Lúcio, o Carioca. “Vai ter mais uma cirurgia, deve ser a última”, ele afirmou, sem especificar qual será a intervenção, no programa Domingo Espetacular, da TV Record.

Na última semana, Bolsonaro e Carioca causaram polêmica ao distribuir bananas à imprensa, no Palácio da Alvorada, no dia em que foi divulgado o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Este será o sexto procedimento cirúrgico desde que o presidente levou a facada, em 6 de setembro de 2018, durante a corrida eleitoral. Relembre:

1ª - 6 de setembro de 2018

Após ser atingido por uma faca no abdômen, Bolsonaro foi levado às pressas para o Hospital Santa Casa de Juiz de Fora. Os médicos contiveram uma grave hemorragias interna e identificaram perfuração nos intestinos grosso e delgado. No procedimento, ainda foi colocada a bolsa de colostomia.

2ª - 12 de setembro 2018

Após passar por tomografia que detectou uma obstrução no intestino delgado, o presidente foi levado para uma cirurgia emergencial. Os cirurgiões reabriram o corte da primeira cirurgia para tratar as aderências em áreas inflamadas das paredes do órgão.

3ª - 28 de janeiro 2019

Retirada da bolsa de colostomia. A intervenção durou 7 horas e foi realizada, sem intercorrências, no hospital Albert Einstein, em São Paulo. As aderências no intestino fizeram a cirurgia durar mais tempo que inicialmente estimado.

4ª - 8 de setembro 2019

As operações às quais o presidente foi submetido causaram uma hérnia incisional - protuberância no tecido que pode surgir na região da cicatriz onde foi feito o corte. Desta vez, o procedimento, que durou cerca de cinco horas, foi feito no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Os médicos implantaram uma tela de polipropileno para corrigir a hérnia.

A presença de uma grande quantidade de aderências no intestino fez a cirurgia levar duas horas a mais que previsto, de acordo com os médicos. Todas foram removidas.

5ª - 30 de janeiro 2020

A quinta cirurgia não foi relacionada à facada. Bolsonaro passou por uma vasectomia no Hospital das Forças Armadas. É a segunda vez em 20 anos que ele realiza o procedimento.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias