Embaixada

Rodrigo Maia pede desculpas à China após atitude de Eduardo Bolsonaro

Rodrigo pediu desculpas em nome da Câmara dos Deputados

Gabriela Carvalho
Gabriela Carvalho
Publicado em 19/03/2020 às 9:09
Notícia
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Rodrigo Maia afirmou sobre a leitura e disse ainda que votação deve acontecer na primeira semana de julho - FOTO: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu desculpas à China, em suas redes sociais, em razão das acusações contra o país feitas pelo deputado Eduardo Bolsonaro (sem partido).

>> Eduardo Bolsonaro culpa a China por pandemia do coronavírus

>> Após Eduado Bolsonaro culpar China por pandemia, embaixada do país rebate e diz que ele contraiu um 'vírus mental'

“Em nome da Câmara dos Deputados, peço desculpas à China e ao embaixador pelas palavras irrefletidas do deputado Eduardo Bolsonaro. A atitude não condiz com a importância da parceria estratégica Brasil-China e com os ritos da diplomacia. Em nome de meus colegas, reitero os laços de fraternidade entre nossos dois países. Torço para que, em breve, possamos sair da atual crise ainda mais fortes”, disse o presidente.

O deputado Eduardo Bolsonaro comparou a pandemia do coronavírus com o acidente nuclear de Chernobil, na antiga União Soviética, e disse que, nos dois casos, duas ditaduras omitiram informações que poderiam salvar vidas. A Embaixada da China protestou contra a acusação.

O embaixador da China, Yang Wanming, exigiu que Eduardo retirasse imediatamente a publicação e que pedisse desculpas ao povo chinês.

Cassação

Os dois ex-candidatos à Presidência, Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT) criticaram atitude do parlamentar e mencionaram a cassação de Eduardo Bolsonaro.

19/3/2020- Eduardo Bolsonaro culpa a China pela pandemia do coronavírus e país responde:

Comentários

Últimas notícias