cultura

Mario Frias diz que deve auditar aplicação de recursos da Lei Rouanet

Frias substituiu a ex-secretária Regina Duarte há uma semana

Estadão Conteúdo
Cadastrado por
Estadão Conteúdo
Publicado em 28/06/2020 às 16:07 | Atualizado em 28/06/2020 às 22:28
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Mario Frias assumiu a Secretaria Especial de Cultura - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

O secretário de Cultura, Mario Frias, afirmou que precisa entender legalmente e deve fazer uma auditoria sobre a aplicação dos recursos pela lei de incentivo à cultura, conhecida por Lei Rouanet, em entrevista dada à CNN Brasil neste domingo (28).

Frias substituiu a ex-secretária Regina Duarte há uma semana. O novo secretário disse que não podem existir "os barões da Lei Rouanet".

Frias ressaltou que a lei de incentivo à cultura é fundamental para um país que se preocupa com cultura. "Mas a cultura não é limitada ao eixo Rio-São Paulo, a cultura é brasileira e deve chegar a outros Estados", defendeu.

Secretário da Cultura

Frias é o quinto secretário da Cultura do governo, sucedendo Regina Duarte, que ficou pouco mais de dois meses no cargo, e Roberto Alvim, demitido depois de usar elementos nazistas em um discurso.

O ator foi um dos poucos artistas que compareceram à posse de Regina Duarte, em março. Frias e o presidente almoçaram no Palácio do Planalto há um mês.

O decreto publicado nesta sexta-feira, 19, traz apenas a assinatura do presidente Jair Bolsonaro, e não a do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a quem a pasta é subordinada.

O ator tem sido atuante nas redes sociais, onde compartilha seu posicionamento político alinhado ao do governo e pouco fala sobre cultura

Comentários

Últimas notícias