Resposta

Bolsonaro manda homem comprar arroz na Venezuela após reclamação de preço

Presidente não gostou de ouvir cobranças sobre alta do alimento, que vem subindo muito nos últimos meses

JC
JC
Publicado em 26/10/2020 às 10:42
Notícia
MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL
Jair Bolsonaro, presidente do Brasil - FOTO: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro, sem partido, não gostou de uma crítica que ouviu nesse domingo (25), em Brasília. Durante passeio em uma feira da capital federal, um homem pediu para baixar o preço do arroz. Em resposta, o presidente mandou "comprar na Venezuela".

"Tu quer que eu baixe na canetada? Se você quer que eu tabele, eu tabelo. Mas você vai comprar lá na Venezuela", disse Bolsonaro em registro feito pelo jornal Folha de S.Paulo. 

O arroz foi um dos alimentos que mais subiu no ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. De janeiro até agora, a alta foi mais de 50%.

Em setembro, na tentativa de reduzir o preço do arroz, a Camex (Câmara de Comércio Exterior), órgão ligado ao Ministério da Economia, decidiu zerar a alíquota do imposto de importação para o arroz em casca e beneficiado até 31 de dezembro deste ano. A redução temporária está restrita à quota de 400 mil toneladas.

Segundo analistas, a alta do arroz e de outros alimentos básicos é explicada pela combinação de alguns fatores. Entre eles, a alta do dólar, o fato da China e outros países estarem refazendo seus estoques de alimentos por causa da pandemia, e o aumento do preço dos combustíveis, que encarece a logística de distribuição de grãos.

Comentários

Últimas notícias