CERIMÔNIA

Eleito com mais de 76% dos votos, Miguel Coelho é diplomado como prefeito de Petrolina, no Sertão de Pernambuco

Além de Miguel Coelho, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) diplomou o vice Simão Durando (DEM) e os 23 vereadores eleitos

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 14/12/2020 às 11:55 | Atualizado em 14/12/2020 às 11:57
SJCC Interior
Miguel e Simão receberam 121.300 votos ainda no primeiro turno das eleições municipais, em 15 de novembro - FOTO: SJCC Interior
Leitura:

O prefeito reeleito de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, Miguel Coelho (MDB), foi diplomado pela Justiça Eleitoral na manhã desta segunda-feira (14) com a presença do clã Coelho, representada pelo pai, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), e os irmãos, o deputado federal Fernando Filho e o deputado estadual Antonio Coelho, ambos do DEM.

Além de Miguel Coelho, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) diplomou o vice Simão Durando (DEM) e os 23 vereadores eleitos. A cerimônia é realizada no auditório da Fundação Nilo Coelho, no centro da cidade sertaneja.

“Sinto alegria por estarmos aqui oficializando o resultado das eleições, quando tivemos a maior votação da história de Petrolina. Algo que é muito gratificante, mas traz uma responsabilidade enorme também. É um sentimento de emoção, de agradecimento, mas de muita responsabilidade para os próximos quatro anos, quando esperamos fazer acelerar o crescimento de Petrolina”, afirmou o prefeito, durante a cerimônia.

O gestor comentou ainda sobre os planos da prefeitura para o combate ao novo coronavírus na cidade e o início de uma campanha de imunização. Para Coelho, com a vacina já sendo aplicada em alguns países, a pandemia caminha para o seu fim.

“A gente já está num quadro de finalização desta pandemia, porque países como o Reino Unido e Estados Unidos já iniciaram a vacinação, e, agora, acredito que essa seja a tendência, que novos países, inclusive o Brasil, iniciem o processo até o final do ano, independente de qual seja a vacina”, disse Miguel.

“Petrolina já trabalha em duas frentes, uma com o Governo Federal e outra com o Instituto Butantan, para que a vacina que for primeiro aprovada possa ser adquirida pela prefeitura. Então, num cenário otimista, Petrolina pode iniciar a vacinação já em janeiro”, completou o prefeito.

Eleição

Miguel e Simão receberam 121.300 votos ainda no primeiro turno das eleições municipais, em 15 de novembro. A chapa recebeu 76,19% dos votos, garantindo a continuidade do emedebista no comando da cidade pelos próximos quatro anos. Filho do líder do governo Bolsonaro no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), Miguel Coelho é advogado e tem 30 anos. Ele concorreu com a coligação "Petrolina com Força e União", composta por PMDB, DEM, PDT, PTB, PL, PV, PP, PSDB, PSC, Republicanos, Avante, PRTB, Patriota, PROS e Cidadania.

Comentários

Últimas notícias