encerramento das eleições

João Campos é diplomado prefeito, cita Eduardo, Arraes e diz estar pronto para governar o Recife

Eleito com 447.913 votos no Recife, João Campos foi diplomado no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE)

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 18/12/2020 às 10:49 | Atualizado em 18/12/2020 às 14:31
RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
João Campos foi diplomado prefeito do Recife no TRE-PE - FOTO: RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
Leitura:

O prefeito eleito do Recife, João Campos (PSB), foi diplomado no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), nesta sexta-feira (18). Aos 27 anos, o filho do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos foi eleito no último dia 29 de novembro após obter 447.913 votos, que representaram 56,27% dos válidos. O segundo turno foi disputado contra Marília Arraes (PT), sua prima, que recebeu 348.126 votos, ou 43,73%.

>> Equipe de João Campos começa a tomar forma e nomes experientes são considerados para o governo

>> Comitê de Vacinação contra Covid-19 do Recife realiza primeira reunião comandada pelo prefeito eleito João Campos

>> João Campos diz que quer 'construir a vida' ao lado de Tabata Amaral

Além dele, todos os 39 vereadores eleitos na capital pernambucana e a vice-prefeita eleita, Isabella de Roldão (PDT), também foram diplomados em cerimônia híbrida, com a participação presencial apenas da corte eleitoral, de João e da própria Isabella. Houve uma transmissão online para o público em geral e demais autoridades, como o governador Paulo Câmara (PSB) e o prefeito Geraldo Julio (PSB), que assistiram a diplomação à distância. O evento não contou com a presença de familiares dos eleitos, nem com público como forma de evitar aglomerações devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Frederico Neves

Ao abrir este evento, peço licença para expressar minha solidariedade cristã a todos que estão a suportar as consequências severas desse vírus, que atormenta a humanidade, rogando a Deus que a vacina chegue a Pernambuco sem tardança, para trazer alguma tranquilidade ao nosso povo.
Frederico Neves.

O desembargador Frederico Neves, presidente do TRE-PE, lamentou que o evento ocorresse por videoconferência, mas ressaltou o delicado momento de pandemia. "Além de oficializar o resultado das urnas, este ato legitima a investidura dos eleitos nos cargos aos quais foram escolhidos pelo eleitorado. Anoto, à partida, que não me apraz que essa cerimônia tão significativa na vida dos eleitos não ter podido ser realizada de modo a permitir que parentes, amigos e apoiadores trouxessem palavras de felicitações aos eleitos. Talvez pareça excessivo dizer que esse ato formal se realiza por meio de videoconferência em razão do recrudescimento dos casos de covid-19, doença imprevisível e extraordinária, que, em números de hoje, já contaminou 203.497 pessoas em Pernambuco e ceifou a vida de 9.361 pernambucanos", afirmou o presidente. 

João Campos

No discurso de diplomação, o prefeito eleito comentou sobre a campanha e ressaltou a política "é a essência da civilidade, construção do coletivo e poder transformador". "Fizemos uma eleição que pôde fortalecer a democracia na cidade, tivemos uma disputa acirrada, mas as ideias foram colocadas e a soberania do povo pôde julgar os projetos apresentados", pontuou.

Ao citar seu pai, Eduardo Campos, João lembrou de uma frase que ele dizia: "é tempo de transformar proposta em realizações, tempo de inaugurar vida na vida das pessoas". "Que possamos olhar ao passado não com saudade, mas com referência. E olhar ao futuro como espaço que queremos viver e construir", completou.

Confira imagens da diplomação:

RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
João Campos prefeito eleito do Recife pelo PSB - RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
João Campos com familiares após a diplomação - RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO
João Campos foi diplomado prefeito do Recife no TRE-PE - RODOLFO LOEPERT/DIVULGAÇÃO

João também reproduziu uma frase dita pelo bisavô, Miguel Arraes de Alencar, que "é preciso ter dignidade para amanhecer, construir com união, trabalho, propósito e competência", e disse estar preparado para governar o Recife.

Além disso, João ressaltou ser preciso o enfrentamento à desigualdade social. E esse será, sim, um dos desafios que o socialista precisará enfrentar no comando da Prefeitura do Recife. A cidade foi a mais desigual do País em 2019, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A Síntese de Indicadores Sociais 2020 (SIS), divulgada em novembro, com os números do ano passado, levou em conta o índice de Gini - considerado referência para se aferir desigualdades e concentração de renda.

>> 'O nosso desafio é pela igualdade em todas as esferas', diz Isabella de Roldão após cerimônia de diplomação

O desembargador Frederico Neves, antes de concluir a cerimônia de diplomação, destacou os desafios dos próximos governantes diante de uma pandemia e ressaltou a desigualdade social no país. "Saber doutor João (Campos), que o seu povo lhe indicou para ,aos 27, anos dirigir os destinos da cidade. É algo de extraordinária grandeza, somente comparável a magnitude da responsabilidade daí adveniente. A pandemia pôs a nu uma diferença gritante das riquezas, há uma distância abissal do que diz a Constituição da República e a realidade de grande parte dos brasileiros. Em real verdade, enquanto a lei maior assegura os direitos fundamentais à liberdade, à saúde, à segurança, à educação, ao trabalho e à igualdade, no dia dia disso não se cogita. Pois que, milhares de homens, mulheres e crianças ainda sobrevivem na mais absoluta miséria, em condições higiênicas deploráveis, amontoados vezes sem conta em recintos inóspitos, verdadeiros focos da covid-19, sem saneamento básico, sem água e sem luz. Essa doença trouxe dificuldades ainda maiores a partir do aumento significativo no número de desempregados, da desaceleração da economia, do fechamento de escolas, do aumento galopante dos preços de produtos de primeira necessidade e do agravamento da saúde, dentre outras. Aos administradores serão exigidas responsabilidades acrescidas, que demandarão maior esforço, disposição e competência para a adoção de políticas públicas que possam propiciar melhores condições de vida as pessoas".

Confira os 39 vereadores eleitos no Recife que foram diplomados:

DANI PORTELA (PSOL) - 14.114 votos

ANDREZA ROMERO (PP) - 13.249 votos

PASTOR JÚNIOR TÉRCIO (PODE) - 12.207 votos

ERIBERTO RAFAEL (PP) - 11.938 votos

ROMERINHO JATOBÁ (PSB) - 11.500 votos

DAVI MUNIZ (PSB) - 10.498 votos

HELIO GUABIRABA (PSB) - 10.393 votos

ADERALDO PINTO (PSB) - 10.062 votos

FELIPE FRANCISMAR (PSB) - 10.037 votos

CHICO KIKO (PP) - 9.194 votos

SAMUEL SALAZAR (MDB) - 9.188 votos

CARLOS MUNIZ (PSB) - 8.586 votos

NATÁLIA DE MENUDO (PSB) - 8.424 votos

FRED FERREIRA (PSC) - 8.407 votos

ALCIDES TEIXEIRA NETO (PSB) - 8.379 votos

RODRIGO COUTINHO (Solidariedade) - 8.359 votos

RENATO ANTUNES (PSC) - 8.104 votos

PROFESSORA ANA LÚCIA (Republicanos) - 7.901 votos

LUIZ EUSTAQUIO (PSB) - 7.889 votos

EDUARDO MARQUES (PSB) - 7.706 votos

WILTON BRITO (PSB) - 7.539 votos

JOSELITO FERREIRA (PSB) - 7.429 votos

ALMIR FERNANDO (PC do B) - 7.304 votos

MISSIONÁRIA MICHELE COLLINS (PP) - 6.823 votos

LIANA CIRNE (PT) - 6.819 votos

PROFESSOR JAIRO BRITTO (PT) - 6.635 votos

IVAN MORAES (PSOL) - 6.319 votos

JUNIOR BOCÃO (Cidadania) - 6.256 votos

PAULO MUNIZ (Solidariedade) - 5.908 votos

OSMAR RICARDO (PT) - 5.838 votos

MARCO AURELIO FILHO (PRTB) - 5.810 votos

DR TADEU CALHEIROS (PODE) - 5.610 votos

FABIANO FERRAZ (AVANTE) - 5.276 votos

FELIPE ALECRIM (PSC) - 4.681 votos

DILSON BATISTA (Avante) - 4.404 votos

ALCIDES CARDOSO (DEM) - 4.019 votos

CIDA PEDROSA (PC do B) - 3.697 votos

ZÉ NETO (PROS) - 3.278 votos

DODUEL VARELA (PSL) - 2.302 votos

%MCEPASTEBIN%

Citação

Ao abrir este evento, peço licença para expressar minha solidariedade cristã a todos que estão a suportar as consequências severas desse vírus, que atormenta a humanidade, rogando a Deus que a vacina chegue a Perna

Frederico Neves.

Comentários

Últimas notícias