Congresso Nacional

Paulo Câmara parabeniza Rodrigo Pacheco e Arthur Lira por vitórias nas eleições do Senado e da Câmara

Oficialmente, o PSB, partido do governador, apoiou as candidaturas da senadora Simone Tebet e do deputado Baleia Rossi, ambos do MDB, nos pleitos

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 02/02/2021 às 11:13
ALUÍSIO MOREIRA/SEI
Governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) - FOTO: ALUÍSIO MOREIRA/SEI
Leitura:

O governador Paulo Câmara, que também é vice-presidente nacional do PSB, usou a sua conta no Twitter na manhã desta terça-feira (2) para parabenizar o senador Rodrigo Pacheco (DEM) e o deputado federal Arthur Lira (PP) por terem vencido as eleições para a presidência do Senado e da Câmara na última segunda (1º). Oficialmente, o PSB apoiou as candidaturas da senadora Simone Tebet e do deputado Baleia Rossi, ambos do MDB, nos pleitos.

"Parabenizo @rpsenador e o deputado @ArthurLira_ pela eleição para presidentes do Senado e da Câmara. Desejo que direcionem seus mandatos para uma agenda em favor do Brasil, mantendo a independência do Legislativo, contribuindo para o enfrentamento da pandemia, criação de empregos e da retomada do desenvolvimento", afirmou o governador.

Além de terem formado uma ampla base de apoio partidária, tanto Lira quanto Pacheco contavam com a bênção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para as suas eleições e venceram com ampla vantagem sobre os seus adversários. A aproximação dos parlamentares com o chefe do Executivo, no entanto, rendeu a eles críticas de que poderiam vir a permitir a interferência do Palácio do Planalto em assuntos do Poder Legislativo.

>> Paulo Câmara prometeu a Baleia Rossi se esforçar para conseguir votos do PSB na Câmara

>> Baleia Rossi diz contar com '36 a 40 votos' de dissidentes do bloco de Arthur Lira

>> Arthur Lira anula bloco de Baleia Rossi e determina nova eleição para cargos da Mesa Diretora

>> Parlamentares pernambucanos repercutem eleição de Lira à presidência da Câmara

>> Emocionado, Rodrigo Maia se despede da presidência da Câmara

Em suas redes sociais, Pacheco se comprometeu a "fazer uma gestão independente" no Senado e a respeitar valores democráticos. "Fui eleito, nesta segunda-feira, o novo presidente do Senado Federal, com 57 votos. Comprometo-me a fazer uma gestão independente e com total respeito à democracia e às instituições públicas. Vamos atuar no trinômio saúde pública, crescimento econômico e desenvolvimento social", declarou o senador.

Em seu discurso de posse, Lira afirmou que irá servir ao País com dedicação neste "momento de enorme angústia" do povo brasileiro, disse que a Câmara é a "espinha dorsal do regime democrático" e que irá propor a Pacheco a votação de uma "pauta emergencial". "Temos que avançar nas reformas do Brasil, que vêm sendo tentadas por sucessivos governos. É mais urgentes do que nunca", pontuou o deputado.

Comentários

Últimas notícias