2022

Vice-líder de Bolsonaro critica Paulo Câmara e diz que o governo do Estado só ajuda o Recife e esquece dos outros municípios

Para André Ferreira, o governador ''só sabe proibir, mas não ajuda'' os prefeitos

Cássio Oliveira Mirella Araújo
Cássio Oliveira
Mirella Araújo
Publicado em 25/02/2021 às 18:26
Notícia

Câmara dos Deputados / Reprodução
""No caso da covid-19, o governo tem sido muito omisso com os municípios", disse André Ferreira em entrevista à Rádio Jornal Caruaru - FOTO: Câmara dos Deputados / Reprodução
Leitura:

Vice-líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara Federal, o deputado André Ferreira (PSC) fez críticas, na manhã desta quinta-feira (25), a uma suposta falta de atenção do governador Paulo Câmara para com os prefeitos de Pernambuco, no combate à covid-19.

"No caso da covid-19, o governo tem sido muito omisso com os municípios, sem ajudar, em nenhum momento, nenhum município de Pernambuco, a não ser Recife. Caruaru, por exemplo, não recebeu ajuda do governo estadual, isso é falta de critério do governo estadual. Agora, ele (Paulo Câmara) faz proibições nos municípios do Agreste, ele só sabe proibir, mas não ajuda, não ajudou os municípios nos hospitais de campanha, que eram responsabilidade do Estado", disparou André, à Rádio Jornal Caruaru. 

>>Deputado pernambucano André Ferreira é escolhido para ser vice-líder do governo Bolsonaro

>>Vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara revela possível valor e número de parcelas do novo auxílio emergencial

"Deixou os prefeitos sozinhos, sem nenhum tipo de apoio. Quando ele quis fazer lockdown, ele queria que os prefeitos utilizassem os guardas municipais, porque não enviou a PM que é de responsabilidade do Estado? Sou crítico a ele e acho que ele tem errado bastante e tem cobrado bastante do povo, sem dar retorno", completou o parlamentar. 

As eleições de 2022 também foi comentada pelo deputado federal, que defendeu os nomes dos prefeitos de Jaboatão, Anderson Ferreira (PL), seu irmão, de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), e Caruaru, Raquel Lyra (PSDB). Segundo André, a oposição está "unida e organizada" e deverá, no tempo adequado, definir um candidato único para representá-la. Um dos pontos será levando em consideração, é o fato de os candidatos terem que renunciar aos seus mandatos para disputar o pleito majoritário. Dessa forma, o presidente estadual do PSC, declara que seria mais fácil escolher um nome que pudesse representar o bloco.

"Temos quadros como o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, de Petrolina, Miguel Coelho e Raquel Lyra (Caruaru), temos quadros importantes, gestores importantes de uma nova geração, com novos projetos e vamos marchar unidos com uma proposta ao governo do Estado. Estaremos cada vez mais unidos e com projeto novo, vamos tirar a gestão do PSB e mostrar um novo governo, que tem dado certo em Jaboatão, Petrolina e Caruaru", destacou. 

 


Comentários

Últimas notícias