Bolsonarista

PF intima Zambelli para depor em inquérito sobre atos do dia 7 de setembro

Deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), aliada de primeira hora do presidente da República, Jair Bolsonaro, a depor no âmbito do inquérito sobre a organização de manifestações violentas no feriado de 7 de Setembro

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 04/09/2021 às 21:16
REPRODUÇÃO
A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:
A Polícia Federal intimou a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), aliada de primeira hora do presidente da República, Jair Bolsonaro, a depor no âmbito do inquérito sobre a organização de manifestações violentas no feriado de 7 de Setembro. O jornal O Estado de S. Paulo apurou que a oitiva da parlamentar foi um pedido da Procuradoria-Geral da República.
A solicitação foi acolhida pelo ministro Alexandre de Moraes, relator da investigação no Supremo Tribunal Federal. Os investigadores atribuem à deputada bolsonarista 'manifestações golpistas'.
A própria deputada compartilhou as informações sobre sua intimação em seu perfil no Twitter. Segundo Zambelli, a oitiva deve acontecer até este domingo, 5.
"É certo que, para mim, o mar ficará agitado após essa oitiva, mas nada impedirá que eu mantenha minhas convicções e acredite naquilo que sempre defendi", afirmou a parlamentar em nota.
No âmbito da mesma investigação, a Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, 3, o blogueiro bolsonarista Wellington Macedo de Souza. A corporação ainda busca cumprir uma ordem de prisão expedida contra o caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, o 'Zé Trovão'.
Em vídeo publicado nas redes sociais neste sábado, 4, o caminhoneiro afirmou que estará na Avenida Paulista durante a manifestação programada para o feriado e ainda desafiou o ministro Alexandre de Moraes, que expediu o pedido de prisão contra ele a pedido da Procuradoria-Geral da República.
O inquérito em questão foi aberto pela Polícia Federal após o ministro Alexandre de Moraes atender um pedido da PGR. Na mesma decisão, dada no último dia 20, o magistrado ainda determinou realização de buscas contra o deputado federal bolsonarista Otoni de Paula (PSC-RJ), o cantor Sérgio Reis e mais oito pessoas, entre elas Zé Trovão e Gomes.
 

Últimas notícias