DECLARAÇÃO

Saiba quem estava à mesa com Temer no jantar em que Bolsonaro foi motivo de piada; veja vídeo

O jantar organizado pelo ex-presidente Michel Temer foi realizado no apartamento do investidor Naji Nahas e contou com a presença de políticos e empresários

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 14/09/2021 às 15:32
Notícia
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
A "Declaração à Nação", ironizada em vídeo, foi redigida pelo ex-presidente Michel Temer, que aconselhou Bolsonaro a recuar nas ofensivas antidemocráticas - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

O vídeo em que políticos e empresários riem da imitação feita por humorista satirizando a “Declaração à Nação”, divulgada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após as manifestações do dia 7 de setembro, foi gravado durante em um jantar organizado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB), no apartamento do empresário e investidor financeiro Naji Nahas.

A imitação do presidente foi feita pelo humorista André Marinho, filho do político e empresário Paulo Marinho e apresentador do programa Pânico, da Jovem Pan. Paulo Marinho foi grande investidor da campanha presidencial de Bolsonaro em 2018, cedendo, inclusive, sua mansão no Rio de Janeiro para ser o "QG". Entretanto, rompeu com o presidente em 2020, diante do escândalo do esquema de "rachadinha" envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e o assessor Fabrício Queiroz.

 

Quem também esteve presente na ocasião, foi o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, que aposta no presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, como candidato pela chamada “terceira via” para a corrida presidencial em 2022. O jantar para cerca de 20 pessoas, foi realizado no dia nesta segunda-feira (13) e, segundo informações do Poder360, o vídeo teria sido gravado pelo marqueteiro do ex-presidente Temer, Elsinho Mouco.

Entre os convidados estavam o presidente do Grupo Bandeirantes, Johnny Saad; o jornalista e apresentador da Globo News, Roberto D’Ávila; o ex-editorialista do Estado de S. Paulo, Antonio Carlos Pereira; o cirurgião do hospital Sírio-Libanês de São Paulo, Raul Cutait; e o advogado José Yunes.

“Cadê a parte que eu combinei contigo de queimar o STF (Supremo Tribunal Federal)? Cadê a parte que eu combinei de roubar as perucas do [Luiz] Fux [presidente do STF]? Cadê a parte que eu combinei de botar o pau de arara na Praça dos Três Poderes e dar de chicote no lombo de Alexandre de Moraes? Assim não vai dar!”, ironizou o humorista, ao lado do pai.

O vídeo veio a tona, nesta terça-feira (14), após a deputada federal e desafeto do presidente Bolsonaro, Joice Hasselmann (PSL-SP), divulgá-lo nas redes sociais. Na legenda, a parlamentar ironiza o presidente, afirmando que ele é o "bobo da corte" e piada em todas as mesas do país. "O PR @jairbolsonaro foi o aperitivo e o prato principal do jantar. E que mesa! O presidente do Brasil é piada em TODAS as mesas no Brasil. É o verdadeiro BOBO DA CORTE. O governo já acabou", escreveu Joice.

 

Comentários

Últimas notícias