Pernambuco

Aula magna de Gilmar Mendes marca fundação da Faculdade de Direito Luiz Mário Moutinho no Recife

Instituição fica no bairro da Ilha do Leite, na área central do Recife

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 15/10/2021 às 15:31
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Ministros se encontram no Recife para inaugurar faculdade no Instituto Luiz Mário Moutinho (Ministro Gilmar Mendes) - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Em um evento pequeno, como exigem os atuais protocolos sanitários, o Instituto Luiz Mário Moutinho (ILMM) celebrou, na manhã desta sexta-feira (15), a fundação da sua faculdade de direito e o lançamento da pós-graduação em Recursos Cíveis e Precedentes da entidade. A cerimônia contou com a presença de várias personalidades do universo jurídico local e nacional, como a do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF); dos ministros Paulo de Tarso Sanseverino e Mauro Luiz Campbell Marques, do Superior Tribunal de Justiça (STJ); do desembargador Eurico de Barros Correia Filho, primeiro vice-presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE); do desembargador federal Rogério Fialho Moreira, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5); e do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Pernambuco, Bruno Baptista.

Fundado em 2014, o ILMM tornou-se uma referência no segmento educacional do direito no país, oferecendo especializações, cursos de extensão, promovendo congressos, simpósios e, agora, formação superior. Com o credenciamento da Faculdade de Direito Luiz Mário Moutinho (FDLMM) pelo Ministério da Educação, a instituição está apta a oferecer 100 vagas e espera lançar a sua primeira turma no segundo semestre de 2022.

>> Ministro do STF Gilmar Mendes visita o Porto Digital nesta sexta-feira

>> Exclusivo: Gilmar Mendes fala sobre Bolsonaro, ameaças à democracia e prisões de deputados: "é um governo muito peculiar"

>> Gilmar Mendes no Recife: "Criou-se a lenda urbana de que na ditadura não tinha corrupção. O que não tinha era liberdade de imprensa"

Hoje, após o descerramento da placa de fundação da faculdade, no Empresarial Isaac Newton, bairro da Ilha do Leite, área central do Recife, Luiz Mário Moutinho, coordenador científico do ILMM, fez um discurso emocionado sobre o momento atual da entidade. “Empreender em uma instituição de ensino às vezes se parece mais com um ato de loucura do que propriamente sanidade. Creio que esse espírito sonhador, por vezes semelhante à ingenuidade, foi a força que nos trouxe até aqui. E esse sentimento de coragem libertária não é só meu, é de todos aqueles que, de alguma forma, acreditaram nesse sonho. Um sonho de construir uma instituição de ensino que possa ser referência na região e resgate o orgulho de ser nordestino”, declarou.

O ministro Mauro Campbell, responsável pela coordenação acadêmica da nova especialização do ILMM, afirmou na cerimônia que a pós-graduação tem como principal meta ligar a teoria desenvolvida na academia à dinâmica diária do direito. “O foco dessa pós é juntar, criar e sentir acadêmico com a praticidade do dia a dia dos tribunais e juizados especiais federais. Essa é a intenção que nós perseguimos aqui”, observou. Após relacionar alguns dos professores que lecionarão no curso - advogados, magistrados e assessores de ministros, por exemplo - Campbell afirmou que eles credenciarão a especialização como um “marco indelével na vida acadêmica do Estado de Pernambuco”.

O encerramento do evento ficou a cargo do ministro Gilmar Mendes, que ministrou uma aula magna de pouco mais de uma hora sobre Processo Constitucional. O magistrado disse estar feliz com a visita ao Recife, usou exemplos ligados a Pernambuco na sua apresentação e mencionou a forte admiração que nutre pelo ex-vice-presidente pernambucano Marco Maciel, falecido em junho deste ano.

“É uma alegria estar aqui, uma vez mais no Recife, em uma ocasião tão especial, que marca a celebração desse curso e a fundação da Faculdade de Direito do Instituto Luiz Mário Moutinho. Temos que encorajar esse tipo de iniciativa, que leva à melhoria da formação de pessoas de todas as áreas do direito. Além disso, vou marcar esse dia na minha vida como o retorno às atividades acadêmicas presenciais. Hoje é a primeira palestra que eu faço desde março do ano passado”, disse Gilmar Mendes.

O evento desta sexta também marcou a celebração de um convênio da FDLMM com o Consulado Honorário da Suécia. A parceria tem por objetivo a formação e o aperfeiçoamento jurídico, acadêmico e cultural, nas diversas áreas do direito, através de intercâmbio. Ficará a cargo do ministro Paulo de Tarso Sanseverino a curadoria das ações e conteúdos que serão objeto de aditivos específicos.

Comentários

Últimas notícias