RADICALISMO

Bolsonaristas criticam o ator Wagner Moura por comer camarão em ocupação do MTST

Wagner Moura, diretor do filme "Marighella", esteve em uma ocupação do MTST em São Paulo para exibir o longa. No evento, foi servido um jantar com vatapá e camarão. A imagem do ator comendo viralizou depois que o pré-candidato ao governo de São Paulo Guilherme Boulos postou uma foto no Twitter

Angela Fernanda Belfort
Angela Fernanda Belfort
Publicado em 13/11/2021 às 16:34
@GUILHERMEBOULOS VIA TWITTER
Wagner Moura - FOTO: @GUILHERMEBOULOS VIA TWITTER
Leitura:

Aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estão fazendo uma nova campanha no Twitter criticando o ator Wagner Moura. Eles criticam o artista por comer vatapá de camarão em uma “quentinha” depois de uma exibição do filme "Marighella" em uma ocupação do MTST em São Paulo na quinta-feira (11).

A imagem de Wagner comendo a quentinha viralizou depois que o pré-candidato ao governo de São Paulo Guilherme Boulos (Psol) compartilhou o registro nas suas redes sociais. Boulos escreveu: "Wagner Moura comendo uma quentinha na ocupação do MTST onde fizemos ontem a exibição popular de Marighella. Foi potente! Viva a luta do povo". 

Os seguidores de Bolsonaro e políticos como o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) acusam Wagner de ser "hipócrita" por comer camarão, porque "o povo se vira e passa fome".  

Boulos respondeu às críticas dizendo que "o bolsonarismo vibra com a fome e, acima de tudo, desconhece a cultura brasileira".

Wagner é o diretor do filme "Marighella", que é sobre a vida de um ex-guerrilheiro baiano, interpretado por Seu Jorge. Marighella é um ícone da esquerda brasileira. O filme se baseou no livro "Marighella, O Guerrilheiro que Incendiou o Mundo", de autoria do jornalista Mário Magalhães.  


Comentários

Últimas notícias