Simbolismo

Bolsonaro: indulto a Daniel Silveira simboliza garantia da 'nossa liberdade'

O indulto é criticado por juristas, que questionam a legalidade do ato

Mirella Araújo
Cadastrado por
Mirella Araújo
Publicado em 22/04/2022 às 16:42
REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Bolsonaro acredita que houve excesso na condenação de Daniel Silveira - FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Leitura:
Com Estadão Conteúdo
Um dia após decretar perdão ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que o ato simboliza a "garantia da nossa liberdade". A fala foi dita durante a "Homenagem aos 522 anos de chegada dos portugueses ao Brasil", em cerimônia realizada nesta sexta-feira (22), em Porto Seguro (BA). 
"Ontem foi um dia importante para nosso País. Não pela pessoa que estava em jogo ou por quem foi protagonista desse episódio, mas o simbolismo de que temos, mais que o direito, a garantia da nossa liberdade", disse Bolsonaro. 
Silveira foi condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por incitar ataques contra ministros da Corte e incentivar atos antidemocráticos. Em decisão tomada ontem, no entanto, o presidente afrontou o STF e concedeu graça (perdão) ao parlamentar. O indulto é criticado por juristas, que questionam a legalidade do ato.

Ucrânia

Durante a cerimônia, Bolsonaro voltou a falar sobre as consequências econômicas da guerra na Ucrânia. "Vocês sabem o que está acontecendo no mundo, por questões externas à nossa vontade, com uma guerra a 10 mil quilômetros de distância, mas as consequências vêm para nossa pátria", disse.
Ele afirmou também que não vai pregar a divisão no País. "Todos nós temos uma missão no Brasil. Temos o mesmo objetivo, mesmo sangue, mesma raça, mesma nacionalidade. Queremos unir nossos povos. Jamais pregaremos a divisão entre nós. entre cor de pele, entre opções, entre regiões, entre o que quer que seja."
 

Últimas notícias