LGBTQIA+

Lucas Penteado e Pocah comentam sobre o Dia da Visibilidade Bissexual

No dia 23 de setembro é comemorado o Dia da Visibilidade Bissexual

Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 23/09/2021 às 14:09
Notícia
Reprodução/Instagram
Lucas Penteado e Pocah - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O Dia da Visibilidade Bissexual é uma data muito importante para a representação das pessoas com essa orientação sexual. Lucas Penteado, que contou estar noivo, e Pocah, que revelou ter namorado com mulheres, falaram sobre a importância em uma entrevista ao Estadão.

Lucas Penteado comentou sobre algumas questões em torno da bissexualidade dentro das comunidades: "É uma questão delicada pra mim, enquanto da periferia, falar sobre a minha sexualidade. Infelizmente, na favela, o patriarcado está enraizado no ensino de pai para filho, é geracional".

Além disso, ele relembrou o primeiro momento que beijou um homem, que ocorreu na sexta série. Na época, o cantor levou uma suspensão da escola e, por isso, pensou que era errado, principalmente ao pesquisar em um site religioso e ler que "não era coisa de Deus".

Antes de beijar Gil do Vigor no 'BBB 21', Lucas Penteado sempre beijou outros homens em público, mas que teve uma repercussão por estar gravado. Para quem não lembra, após a cena na festa, muitos brothers acusaram de ter sido um falso romance e, por isso, saiu do reality. O artista afirmou que a desistência foi pelo preconceito que sofreu na casa.

"A única pessoa que não me atacou foi ele, porque percebeu que pintou um clima e a gente deu um beijo. Para a galera, não foi isso. Todos os beijos foram aplaudidos e o nosso as pessoas estavam com a mão na boca, impressionadas, questionando o que foi aquilo. Aquilo foi um beijo, eu não tive a oportunidade de responder pra elas, já que tanta gente se questionou, foi um beijo, sabem dar?”, relatou.

Lucas Penteado também falou sobre ter sido racismo e lamentou que se fossem duas pessoas brancas beijando seria diferente. Inclusive, ele relembrou que Fiuk e Gil do Vigor deram um selinho e "as pessoas bateram palma".

Já Pocah contou que sabe que é bissexual desde os 14 anos ao sentir mais atração por meninas do que meninos. Porém, sempre escondeu o que sente devido a sua família ser evangélica e ela ter fé, o que gerava um medo em dividir seus sentimentos.

“Já questionaram a minha sexualidade diversas vezes. Principalmente quando fui a público revelar que eu era bissexual. Eu lia coisas do tipo ‘agora todo mundo é bi’, ‘bi que só namora homem’”, revelou.

Para finalizar, a cantora celebrou que hoje se aceita e tem outra cabeça, diferente de antigamente. "Se fulano diz que é, ninguém tem que duvidar ou invalidar. Já é uma grande questão por si só nos entendermos, para vir alguém ainda e duvidar, né?”, encerrou.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias