TRATAMENTO

Filha de Ozzy Osbourne é internada em clínica de reabilitação, diz site

Kelly Osbourne teve recaída após quatro anos sóbria

Gabriela Andrade
Gabriela Andrade
Publicado em 19/10/2021 às 12:14 | Atualizado em 19/10/2021 às 12:17
Reprodução/Instagram
Kelly Osbourne diz que teve recaída durante a pandemia - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

A cantora e apresentadora Kelly Osbourne, filha de Ozzy e Sharon Osbourne, foi internada em uma clínica de reabilitação na cidade de Austin, no Texas, nos Estados Unidos, após quatro anos sóbria

De acordo com informações do portal Radar Online, a artista deu entrada na instituição de forma voluntária após ter uma recaída no uso de bebidas alcoólicas.

Esta é a sétima vez que Kelly Osbourne é internada. Sobre a recaída, ela mesma havia comentado sobre o ocorrido em junho deste ano, durante participação no talk show Red Table Talk: "Vi uma mulher e o marido dela tomarem uma taça de champanhe. Parecia muito bom, e eu pensei: 'Eu posso fazer isso também'. No dia seguinte, tomei dois copos. E no outro dia, foram garrafas".

Mudanças

Ainda durente participação no talk show, Kelly Osbourne relatou: "Eu não sei por que a crise aconteceu no final do isolamento. Eu passei por todo esse período e tudo estava ótimo e minha vida estava perfeita. Eu sou o tipo de garota que quando tudo está indo bem, preciso agitar um pouco as coisas e tornar tudo um pouco mais difícil na vida", acrescentou a artista. Segundo o Daily Mail, a artista também planeja deixar Hollywood após o tratamento.

Causa

A fase turbulenta enfrentada pelos pais de Kelly, Sharon e Ozzy Osbourne, teria sido um dos fatores que levaram a jovem a retroceder no tratamento: "O escândalo em torno da saída da mãe do 'The Talk' [programa do casal CBS] teve um impacto imenso sobre ela. Ao mesmo tempo, Ozzy está lutando contra o mal de Parkinson e tem lesões terríveis em seus nervos. Kelly sentiu que tudo isso a atingiu de uma vez só", afirmou uma fonte à publicação norte-americana.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias