Quebra de contrato

Denilson relembra acordo com Belo e afirma aguardar quitação de dívida

O ex-jogador ainda espera pelo pagamento do cantor

Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 20/10/2021 às 14:45 | Atualizado em 20/10/2021 às 14:50
Denilson e Belo (Foto: Reprodução)
Denilson e Belo (Foto: Reprodução)
Leitura:

Parece que o caso Denílson X Belo ainda está longe do fim. O ex-jogador, mais uma vez, relembrou do acordo entre eles e afirmou que ainda espera pela quitação de dívida do cantor. Durante uma entrevista ao 'Flow Sport Club', o comentarista falou sobre a disputa judicial.

Denílson iniciou com um relato seu de como se sente ao dever alguém: "A história do artista é surreal. É aquela que você olha e fala: ‘Não é normal’. Não pode ser normal um cara te dever e dormir tranquilo. Não pode ser normal. Peguei um café na Band hoje, puxei a carteira, estava sem dinheiro. Perguntei quanto era. A tia disse que era R$6,50. Falei: ‘Cara***’, tudo isso um café com leite?’. Eu saí, fui no caixa eletrônico e fiquei preocupado para pagar logo".

O comentarista também falou sobre acreditar na lei, mas que a justiça ainda não foi feita por completo. Isso porque Belo "vive uma vida normal" enquanto deve milhares de dinheiro a ele, o que já foi conversado entre os dois fora do tribunal. Anteriormente, o ex-jogador permitiu que o cantor desse menos do que devia, mas mesmo assim, Belo não deu o valor.

"Eu ia fazer um acordo, abrir mão de ‘uma picanha’, perguntei quanto ele queria pagar, só não queria mais o meu nome com o dele. Eu sou carreira solo, não sou dupla sertaneja. Aí, tudo certo. Meu jurídico foi lá, bateu o ‘barato’ do jeito certo e cadê? Aí, a gente fica assim: ‘O que está acontecendo?’ Vai ficar assim: oficial de justiça batendo, dando dor de cabeça e ele vivendo a vida. É simples assim, não tem segredo. Ele deve e eu quero receber", completou.

Disputa judicial

Para quem não lembra, Belo saiu da banda Soweto após Denílson comprar os direitos da banda, o que estava fora do acordo entre eles. Em 2017, o juíz Carlo Mazza Britto Melfi, da 5ª Vara Cível da Comarca de São Bernardo do Campo do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo determinou o bloqueio e dívida do artista em R$ 4.770.811,83.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias