FAMÍLIA

Viúvo e mãe de Paulo Gustavo dividem criação dos gêmeos: 'Estão interagindo com todos'

O dermatologista revelou que os meninos estão 'na melhor fase'

Rakeche Nascimento
Rakeche Nascimento
Publicado em 26/11/2021 às 18:57
Reprodução/Instagram
Paulo Bretas e Paulo Gustavo com a mãe do humorista - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Pai dos pequenos Gael e Romeu, fruto de seu relacionamento com o comediante Paulo Gustavo, que faleceu em maio por complicações da Covid-19, Thales Breta falou sobre a criação dos meninos após a partida de seu marido.

Em entrevista a Quem, o dermatologista disse que não mede esforços para manter viva a memória de Paulo em casa. "Toda obra do Paulo está eternizada e o amor por ela está dentro da gente. Quero que os meninos [filhos] cresçam cientes de tudo isso. Sempre mostro coisas para eles. Meu plano é evidenciar para meus filhos o orgulho que temos do Paulo. Ele é importante para o Brasil, para a história do movimento gay, e vai para sempre ser importante", afirma.

Revelando que divide a criação dos filhos com a sogra, Dona Déa Lucia, ele mostrou que tem - e sempre terá - uma linda relação com a mãe de Paulo, que falou sobre os netos: "Cada dia, é uma coisa nova. Terça-feira é o dia que eles vão para minha casa. Vai ser uma novidade a vovó na cadeira de rodas [Déa sofreu um acidente doméstico e ficará um tempo usando o apetrecho]. Eles vão querer me empurrar, vai ser uma briga. Mas a gente ensina para cada um esperar a sua vez e eles aprendem. Os dois são muito educadinhos", elogia ela.

Apesar do trauma de perder o pai precocemente, aos 42 anos, o médico dermatologista afirma que as crianças estão "na melhor fase". "Eles estão falando muito agora, falantes mesmo. Os meninos estão aprendendo a se comunicar, cada vez mais, interagindo com todos. Muito bom acompanhar essa fase deles", comemora.

Estátua de Paulo Gustavo

A mãe do ator revelou, na mesma entrevista citada acima, que gostaria de ter levado os meninos ao evento, mas ficou com receio da aglomeração em cima deles. "Até queria que eles fossem, mas é muita coisa para duas crianças, muito tumulto. Mas só tenho agradecer a Niterói e a todos envolvidos nessa homenagem", agradece Déa, que também revelou por qual motivo deixou a cidade após a morte do humorista.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias