PEDIDO DE DESCULPAS

Monark pede desculpas após defender criação de partido nazista: 'eu estava bêbado'; veja vídeo

Monark foi desligado da função de apresentador de programas dos Estúdios Flow após repercussão de falas sobre nazismo

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 08/02/2022 às 18:53 | Atualizado em 08/02/2022 às 18:59
DIVULGAÇÃO
EX-FLOW Plataforma disse que declaraçõs sobre o nazismo violam regras - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Após o episódio em que defendeu a existência de um partido nazista no Brasil, Monark, apresentador do Flow Podcast, veio à público pedir desculpas pelo ocorrido. Após a repercussão negativa e debandada de futuros convidados, o apresentador se justificou e disse que estava bêbado durante a gravação do episódio.

Durante as gravações do Flow Podcast na última segunda-feira (7), Monark disse que acreditava existir espaço para diversos posicionamentos políticos, inclusive com o reconhecimento em lei de um partido nazista. “Eu acho que o nazista tinha que ter o partido nazista reconhecido pela lei”, disse. “Eu acho que dentro da [liberdade de] expressão, eu acho que a gente tem que liberar tudo”, completou.

No vídeo publicado nesta terça-feira (8), Monark pede desculpas pelas falas, dizendo que estava bêbado no momento e admitiu que foi insensível. O apresentador ainda pediu compreensão e convidou pessoas da comunidade judaica para irem ao podcast para explicarem “sobre toda a história” para ele.

“Eu errei, a verdade é essa. Eu tava muito bêbado e fui defender uma ideia [...], mas eu fui defender essa ideia de um jeito muito burro. Eu tava bêbado, eu falei de uma maneira muito insensível com a comunidade judaica e eu peço perdão”, disse Monark no vídeo.

O apresentador foi desligado de suas funções como apresentador dos programas do Estúdios Flow, empresa onde é sócio-fundador. Confira o vídeo completo:

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias