TÉCNICA

O que é POMPOARISMO? Entenda técnica que ajuda na saúde da vagina e na vida sexual da mulher

Técnica pode ser feita com ou sem acessórios e ajuda na saúde íntima da mulher

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 05/05/2022 às 15:12
Reprodução/Pinterest
Pompoarismo é uma técnica para fortalecer os músculos vaginais - FOTO: Reprodução/Pinterest
Leitura:

Já ouviu falar em pompoarismo? A técnica se baseia em exercícios que fortalecem os músculos do assoalho pélvico, e possui diversos benefícios para a saúde da mulher. Entre eles está a prevenção da incontinência urinária, combate a hemorroida, entre outros fatores.

Os exercícios, de início, são simples, e consistem no ato de contrair e relaxar os músculos em questão. No ato sexual, esse pode ser um diferencial na relação, já que pode dar mais prazer a homens e mulheres.

Quais são os benefícios do pompoarismo?

Se engana quem pensa que a prática de pompoarismo é de cunho apenas sexual. Um dos maiores benefícios da técnica é a prevenção contra incontinência urinária e fecal.

Além disso, os músculos do assoalho pélvico, quando fortalecidos, também ajudam na gravidez e no parto da mulher, facilitando a saída do bebê.

Como fazer pompoarismo?

Existem duas maneiras de realizar o pompoarismo: com ou sem acessórios.

Confira o passo a passo sem o uso de acessórios

  1. Deite ou sente em um lugar confortável e respire profundamente por alguns segundos;
  2. Contraia fortemente a musculatura do assoalho pélvico durante 2 segundos. Essa contração pode ser feita fechando o ânus e a vagina;
  3. Após os 2 segundos, relaxe novamente e descante por 8 segundos;
  4. Repita os passos 2 e 3 por mais 8 ou 10 vezes consecutivas
  5. Se quiser, tente uma contração que dure 8 segundos.

Confira o passo a passo com acessórios

Nessa técnica, são utilizadas as bolinhas tailandesas, também conhecida como bolinhas de ben-wa, que estimulam o exercício e o prazer da mulher.

  1. Insira uma bolinha na vagina e tente sugar as demais, sempre tentando realizar o exercício apenas com a contração vaginal;
  2. Após a introdução de todas as bolinhas, inicie o processo de expulsão, relaxando o assoalho pélvico.

Comentários

Últimas notícias