EXECUTIVA

Quem é a mulher mais rica do mundo? Qual a a sua fortuna? Conheça a história de Françoise Bettencourt Meyers

A mulher mais rica do mundo tem fortuna avaliada em mais de R$ 300 bilhões

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 11/05/2022 às 17:45 | Atualizado em 11/05/2022 às 17:46
Reprodução
Françoise Bettencourt Meyers é herdeira da L'Oréal - FOTO: Reprodução
Leitura:

A francesa Françoise Bettencourt Meyers, de 68 anos, foi considerada pela segunda vez a mulher mais rica do mundo em 2022, de acordo com a revista “Forbes”. A primeira vez que ela apareceu no topo da lista foi em 2018, após a morte da sua mãe, Liliane Bettencourt, que ocupava o posto.

Neta do fundador da fabricante de cosméticos L’Oréal, Meyers tem um patrimônio avaliado em US$ 74,8 bilhões (aproximadamente R$ 380 bilhões, na cotação atual). Avessa à vida de socialite que sua família ostentava, a herdeira se dedicou aos estudos e chegou a escrever alguns livros, sendo o mais recente “Regard sur la Bible”, de 2008.

Casada com Jean-Pierre Meyers, Françoise tem dois filhos, Jean-Victor Meyers e Nicolas Meyers, que também fazem parte do conselho executivo da L’Oréal.

Vida profissional e incentivo à ciência

Françoise se tornou diretora da L’Oréal em 1997, sendo nomeada presidente da holding da família, Téthys, em 2012. No mesmo ano, tornou-se membro do comitê de estratégia e desenvolvimento sustentável da empresa.

Além de ter participação nas ações da L’Oréal, herdadas da sua mãe, a empresária também possui ações na Nestlé. Entretanto, é da empresa da família de onde vem a maior parte de sua fortuna bilionária.

Apesar de possuir cerca de 33% do capital social da empresa, a agência de notícias Bloomberg estima que ela deva receber, no mínimo, 50% da L’Oréal, devido à lei de herança francesa.

A L'Oréal é dona de famosas e respeitadas marcas de cosméticos, como Vichy, La Roche Posay, Lancôme, Garnier, Maybelline, NYX Cosmetics, e teve receita de 32,3 bilhões de euros (cerca de R$ 164 bilhões) em 2021.

Assim como sua mãe, Françoise Bettencourt Meyers não tem o costume de conceder muitas entrevistas ou fazer aparições públicas, administrando a empresa a uma distância considerável dos olhos do público. Seus dois filhos, Jean-Victor e Nicolas, podem ser os próximos herdeiros desse conglomerado.

A Forbes aponta a L’Oréal como um “conglomerado de peso-pesado”, que há mais de 100 anos “se manteve por meio de tecnologia e aquisições”. A manutenção da relevância da marca se dá também graças, em grande parte, aos esforços de Françoise, que é incentivadora da tecnologia, ciência e pesquisa.

Além do seu trabalho na empresa da família, Françoise é fundadora e presidente da instituição de caridade “The Bettencourt Schueller Foundation”, criada em 1987, e presidente honorária da “Foundation Pour L’audition”, que apoia a pesquisa e inovação para deficientes auditivos.

Comentários

Últimas notícias