Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
descoberta

Tesouro encontrado na Dinamarca pode ter sido enterrado por medo de vulcão

Dentre os objetos encontrados, os pesquisadores identificaram joias luxuosas, medalhões, moedas romanas e um objeto que pode representar Odin, Deus nórdico

Raianne Romão
Raianne Romão
Publicado em 27/09/2021 às 15:10 | Atualizado em 27/09/2021 às 15:10
Reprodução/Conservation Center Vejle/@arkaeologerne
Artefatos históricos encontrados dentro do tesouro - FOTO: Reprodução/Conservation Center Vejle/@arkaeologerne
Leitura:

Um caçador de tesouros encontrou o que foi definido como um dos "maiores, mais ricos e mais belos tesouros de outro da história dinamarquesa", segundo o Museu de Vejle. A descoberta foi feita por Ole Ginnerup Schytz, um caçador novato, em Vindelev, Dinamarca. 

Segundo os cientistas responsáveis pelo achado, as riquezas podem ter sido enterradas por medo de uma nova erupção de um vulcão. Com colaboração do Museu Nacional da Dinamarca, arqueólogos do Museu de Vejle encontraram 1 kg de ouro no local.

Dentre os objetos históricos encontrados, os pesquisadores identificaram joias luxuosas, medalhões, moedas romanas e um objeto que, possivelmente, representa um Deus nórdico: Odin, Deus da sabedoria, da magia, da poesia e da guerra.

As autoridades afirmam que o tesouro, datado de 1500 anos atrás, pode ter sido enterrado por um chefe da Idade do Ferro, na área que hoje corresponde ao território da Dinamarca.

Reprodução/Conservation Center Vejl/@arkaeologerne
Uma das moedas romanas encontradas no tesouro - Reprodução/Conservation Center Vejl/@arkaeologerne

Os pesquisadores acreditam que a pessoa que enterrou o tesouro tenha sido motivado após uma erupção vulcânica que assolou a Europa cerca de 536 d.C. Posteriormente, diversas outras pessoas também teriam feito o mesmo, para preservar seus objetos valiosos. Pense num medo de ficar pobre, viu?

No que acreditam os pesquisadores?

Para os cientistas, essa descoberta revela que Vindelev já pode ter sido uma vila rica e poderosa durante o período correspondente à Idade do Ferro. De acordo com Mads Ravn, responsável pela pesquisa do Museu Vejle, "apenas um membro da nata absoluta da sociedade teria sido capaz de coletar um tesouro como o encontrado aqui", revelou.

Diante as preciosidades descobertas, os estudiosos encontraram moedas romanas feitas a partir de uma técnica nunca vista até então. Os profissionais ainda afirmam que as moedas, chamadas de bracteates, podem fazer uma clara referência à mitologia nórdica.

Além disso, a peça possui a palavra "o alto". Para os especialistas, isso pode indicar que quem esculpiu a moeda tenha se referido ao homem que enterrou o tesouro. Será?

Por outro lado, os pesquisadores acreditam que pode ser, ainda, uma menção a Odin, uma vez que a mitologia nórdica usava este termo para se referir a este deus.

Exposição das peças no Museu de Vejle

Para quem gosta de artefatos desse tipo, o Museu de Vejle tem uma boa notícia: O local irá inaugurar uma nova exposição com as peças encontradas em 3 de fevereiro de 2022, de acordo com o perfil de arkaeologerne nas redes sociais. 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por @arkaeologerne

Reprodução/Conservation Center Vejl/@arkaeologerne
Uma das moedas romanas encontradas no tesouro - FOTO:Reprodução/Conservation Center Vejl/@arkaeologerne

Comentários

Últimas notícias