Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
inusitado

Homem processa a atriz Gwyneth Paltrow após vela com cheiro de vagina explodir

O homem pede uma indenização milionária em causa contra a empresa; entenda

Raianne Romão
Cadastrado por
Raianne Romão
Publicado em 19/10/2021 às 17:35 | Atualizado em 19/10/2021 às 18:54
Divulgação
'Estou um pouco velha para estar em uma armadura', afirmou a atriz - FOTO: Divulgação
Leitura:

Sim, é exatamente isso que você leu no título! A Goop, marca e empresa de bem-estar e estilo de vida, fundada pela atriz Gwyneth Paltrow está sendo processada. O motivo? Um homem, chamado Colby Watson afirma ter comprado uma vela com cheiro de vagina e o produto teria pegado fogo em cima da cabeceira da sua cama. Fogo no parquinho!

O rapaz disse que comprou a vela em fevereiro e que já havia acendido anteriormente. Dessa vez, ele colocou o objeto em uma superfície nivelada e depois de três horas a vela explodiu. Já pensasse?

De acordo com a TMZ, site norte-americano, Colby alegou que o objeto ficou aceso por pouco tempo antes de pegar fogo. Ele também garantiu que leu o manual de instruções do produto (que explicava que a vela não poderia ser queimada por mais de duas horas, mas considerou "insuficiente).

O veículo de informação diz que o homem está processando a empresa por violação de garantia e responsabilidade pelos produtos, de acordo com os documentos judiciais. Colby pede uma indenização por danos superiores a US$ 5 milhões, cerca de R$ 27,6 milhões. Diga aí!

Um representante da Gop classificou a alegação como "frívola" ao falar com o TMZ e que garantem a segurança dos produtos.

"Estamos confiantes de que essa alegação é frívola e uma tentativa de garantir um pagamento excessivo de um produto. Nós garantimos as marcas que carregamos e a segurança dos produtos que vendemos. Aqui, a Heretic - a marca que fornece a vela - comprovou o desempenho e a segurança do produto por meio de testes padrão da indústria", alegou o porta-voz da empresa.

Comentários

Últimas notícias