Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Eleições do Santa Cruz estão adiadas, confirma presidente do Conselho Deliberativo

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 09/02/2021 às 13:00
RAFAEL MELO/SANTA CRUZ
Santa Cruz vive grave crise política. - FOTO: RAFAEL MELO/SANTA CRUZ
Leitura:

As eleições do Santa Cruz, que estavam marcadas para esta quarta-feira (10), estão adiadas mais uma vez. A informação foi confirmada pelo presidente do Conselho Deliberativo do Tricolor, Paulo Borba, em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal. De acordo com o dirigente coral, a Secretaria de Saúde de Pernambuco enviou um ofício afirmando que seria impossível realizar o pleito nesta quarta-feira, uma vez que a expectativa do clube é de que 2000 sócios compareçam, quantidade que o Governo de Pernambuco não autoriza para realizar o evento, com a justifica de prevenção contra a propagação do coronavírus. Vale lembrar, no entanto, que as eleições corais nunca receberam esse público de 2000 sócios.

"Diante da informação de que se espera um público de aproximadamente 2000 associados, declaramos ser inviável a realização do evento, visto que a prioridade nesse momento é a prevenção da contaminação por covid-19 dos associados e cumprimento das regras sanitárias vigentes do estado", diz um trecho do documento oficial do Governo do Estado. Baseado no Decreto Estadual de nº 50.052, o órgão informa que eventos institucionais e corporativos estão vetados caso ultrapassem o número de 150 pessoas.

Em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal, o presidente do Conselho Deliberativo do Tricolor, Paulo Borba, deu detalhes de como ocorreu esse adiamento. De acordo com o dirigente, o Tricolor procurou a Secretaria de Saúde de Pernambuco, na tentativa de saber justamente sobre o procedimento das eleições, que já estavam marcadas para o dia 10 de fevereiro, depois que não foram realizadas em dezembro, como estava previsto no estatuto do clube.

"Semana passada, no dia 4 de fevereiro, nós fizemos uma consulta a Secretária de Saúde de Pernambuco, ao secretário André Longo, sobre as nossas eleições e a viabilidade para elas acontecerem, em virtude do decreto governamental publicado no dia 7 de janeiro, que endurece as regras da pandemia por conta da segunda onda da covid-19. E o Santa Cruz, por responsabilidade, nós dirigentes temos a responsabilidade de não expor nossa instituição ao fechamento, multa ou a qualquer tipo de coisa que pudesse fechar o clube. E aí fizemos essa consulta, assim como fizemos no dia 28 de janeiro, e hoje tivemos a resposta do secretário André Longo suspendendo as eleições", afirmou.

"Essa é a veracidade dos fatos e as eleições estão adiadas até que a gente entre em contato com os órgãos do Governo, para saber quando elas poderão ser realizadas novamente. Acredito que essas regras da pandemia deverão ser afrouxadas na próxima semana. Se não for, a gente vai precisar que o Governo, que está com o controle, e o decreto ele limita em 30% a capacidade máxima e no máximo de 150 pessoas. Nosso pleito é para 2000 mil pessoas, ele é rotativo, mas tem segurança, tem o pessoal das chapas, funcionários do clube... então, diante de tudo isso, o Governo decidiu suspender essas eleições", explicou.

No entanto, mesmo com o presidente do Conselho Deliberativo afirmando que as eleições estão adiadas, vale lembrar que o pleito está oficialmente suspenso quando aparecer uma ordem judicial. Além disso, vale lembrar que a Comissão Eleitoral, formada por membros de todas as três chapas, é que tem autonomia para decidir o que fazer. Ou seja, se vão informar à Secretária de Saúde de Pernambuco que dá para fazer o pleito respeitando os protocolos, ou se não vão recorrer.

FUTURO

Com o provável adiamento das eleições do Santa Cruz, fica o grande questionamento: e agora? Com a temporada 2021 batendo na porta, o Tricolor claramente vai largando atrás de seus concorrentes, sobretudo com os rivais da Série C, principal competição do clube na temporada. Ao ser questionado sobre a possibilidade de realizar o pleito de forma virtual, numa tentativa de não ficar refém do Governo do Estado, Paulo Borba afirmou que é uma alternativa, mas que custa alto para o clube.

"A gente vai levar uma reunião internamente no clube. A eleição remota é uma possibilidade, mas em novembro ela foi rechaçada pelo Conselho Deliberativo. Eu teria que fazer uma nova consulta se for o caso, porque é um custo alto para o clube. A gente vai tomar providências para que isso seja contornado da melhor forma possível. Tive a responsabilidade social do clube de não fazer eleições sem consultar o Governo. Isso foi feito e acho que eu acertei", finalizou.

Os candidatos à presidência do Santa Cruz são esses: o engenheiro e ex-diretor do Núcleo de Gestão Roberto Freire, representando o grupo da situação na chapa ‘Tradição de vitórias, crescimento e união, o professor Joaquim Bezerra, do grupo de oposição Pró Santa, e o empresário do ramo de higienização Josenildo Dody, que é da chapa de oposição ‘Voz da Arquibancada'.

OUTROS CLUBES

Cerca de dez clubes da Série A realizaram eleições em dezembro de 2020, seja de forma presencial ou online. Uma semelhança é que todos eles têm um Colégio Eleitoral maior do que o Santa Cruz, que estava prevendo 2000 sócios votantes, número que nunca foi alcançado em todas as eleições do clube. Desses times que não fizeram o pleito de forma presencial em dezembro, realizaram de maneira virtual. A única equipe da Série A que tinha eleições previstas para 2020 e não fez foi o Sport, que adiou para o fim da Primeira Divisão e recentemente confirmou para o dia 5 de março.

 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Últimas notícias