Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Bastidores

Diretores do Santa Cruz levarão à delegacia acusações de vídeo anônimo sobre crimes na gestão

Vídeo que circula nas redes sociais faz uma série de acusações graves à diretores corais

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 28/06/2021 às 14:04
Notícia
Twitter
Johnny (ao centro) e Marenas (à direita) foram os alvos do vídeo anônimo que circula nas redes sociais. - FOTO: Twitter
Leitura:

Já não bastasse a crise no futebol, no qual ocupa a lanterna do seu grupo na Série C, os bastidores do Santa Cruz também andam agitados. Em vídeo que circula nas redes sociais, uma série de acusações foram feitas à atual gestão, em especial, ao diretor de marketing, Felipe Marenas.

O clipe, que não tem autoria e usa uma voz computadorizada, aborda assuntos como negociação e indicação de cargos, recebimento de propina e ataques pessoais à profissionais da área de comunicação do clube coral.

Alvos do vídeo, o ex-presidente do movimento Intervenção Popular Coral (IPC), Johnny Guimarães, e Felipe Marenas, que hoje ocupam a direção jurídica e de marketing, tomarão as medidas cabíveis para se defenderem das acusações e levarão o caso à Delegacia de Crimes Cibernéticos.

"Anonimato é coisa de bandido. Vamos levar o caso à Delegacia de Crimes Cibernéticos e à OAB. Temos prerrogativas para isto. Tudo isso é visando desestabilizar a gestão. Estou focado no clube e na reunião do conselho que acontecerá amanhã", afirmou Johnny à reportagem do Blog do Torcedor.

Segundo o vídeo, a dupla foi articuladora de uma série de ações questionáveis durante e após a eleição tricolor. Na primeira delas, o vídeo fala que os dois apoiariam Constantino Júnior e Antônio Luiz Neto, mas quando viram que a chapa não ganhou força, lançaram os nomes de Joaquim Bezerra e André Frutuoso, que eram oposição.

Em troca da contribuição, Johnny assumiria o jurídico do Santa Cruz e Marenas o marketing. A dupla também teria pedido a indicação de 100 novos conselheiros deliberativos. O atual presidente do conselho, André Godoy, também seria uma indicação deles.

Johnny Guimarães refutou o assunto.

"Não houve nenhuma prévia negociação de cargo. Depois da eleição, fui convidado por André Frutuoso a participar do jurídico, então saí do IPC. Marenas, que fez a campanha de marketing de Joaquim também foi convidado. Quanto à questão do conselho, as indicações foram feitas pelos movimentos populares e foram abertas para todo sócio que estivesse em dia. Tudo foi feito de forma transparente. Houve uma série de lives abertas e todo vídeo estava aberto ao público", disse o advogado.

"Não existe negociação de cargo quando estes mesmos cargos são escolhidos por votação aberta. Todo mundo que se candidatou teve seu nome enviado ao conselho. Não tinha sentido negociar cargo se o limite é maior ao numero que se concede", complementou.

Confira o vídeo na íntegra:

O texto também fala que Marenas foi o responsável por fazer um jingle contra o então candidato da situação, Roberto Freire. Ele também teria sido o responsável pelo tweet de provocação ao Náutico nas semifinais do Campeonato Pernambucano, e por postagens com erro de informação nas redes sociais do Santa Cruz.

Num dos pontos mais fortes do vídeo, o autor anônimo fala que Felipe Marenas recebe propina de anunciantes do Santa Cruz e que dava cobertura para que profissionais da área de comunicação também recebessem valores indevidos dos jogadores para que tivessem mais destaques nas mídias do time. Os nomes de Danny Moraes, Pipico e Chiquinho foram citados. Outra questão abordada foi que Marenas cobrava um valor para empregadores terceirizados, mas recebia mais do que o dobro Santa Cruz para pagar aos funcionários.

Procurado pela reportagem do Blog do Torcedor, Marenas preferiu não se pronunciar, mas o mesmo se manifestou em seu perfil pessoal do Twitter:

 

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ

Comentários

Últimas notícias