Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Série B

Náutico x Operário: o que esperar do adversário do Timbu

Paranaenses ocupam a 6ª colocação da Série B, enquanto o Timbu é o líder do campeonato.

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 02/07/2021 às 9:17
Notícia
DIVULGAÇÃO/OPERÁRIO
O time mato-grossense perdeu para o Vila Nova na última rodada - FOTO: DIVULGAÇÃO/OPERÁRIO
Leitura:

Após três empates consecutivos, o Náutico busca reencontrar o caminho das vitórias na Série B, na noite desta sexta-feira (2), às 19h, no estádio dos Aflitos. O adversário é o Operário-PR.

O time paranaense faz boa campanha no Campeonato Brasileiro. Ocupando a 6ª colocação com 12 pontos somados em oito rodadas, a equipe acumula três vitórias, três empates e duas derrotas. A mais recente delas aconteceu na última rodada, quando o Operário perdeu para o Vila Nova por 2x1, em casa.

Este fracasso custou uma invencibilidade de 18 jogos do time alvinegro jogando no estádio Germano Krüger. 

Quanto à equipe, o Operário vem mostrando que é um time que costuma crescer contra grandes adversários. O Fantasma, por exemplo, venceu Vasco e Cruzeiro nesta Série B. Diante do Timbu, líder invicto da competição, a ideia do técnico Matheus Costa espera repetir o bom retrospecto.

Para a partida desta noite, o treinador não poderá contar com o seu principal destaque: o centroavante Ricardo Bueno, que sofreu uma lesão muscular de grau II anterior da coxa direita. Ele é o artilheiro do time na temporada com seis gols. Paulo Sérgio será o seu substituto. Além do atacante, também estão de fora do confronto o zagueiro Rafael Bonfim, além dos meias Cleyton e Marcelo Santos. 

Por outro lado, Matheus Costa conta com o retorno do lateral-esquerdo Djalma Silva, que não atuou na última rodada porque estava em negociação com o Bahia. Como as conversas não avançaram, o ponta ficará no alvinegro e já reassume a titularidade nesta noite.

"Realmente o Operário vem desde o ano passado dirigido pelo Mateus, é um time que compõe muito bem dentro do campo do adversário. Não é um time que a gente possa falar que tem uma transição muito rápida, mas destaca-se principalmente pela qualidade técnica do seu meio-campo. Independente do time que ele formar no meio-campo, ele tem no Marcelo, no Tomas Bastos, no próprio Chorão, caso mantenha essa estrutura, três jogadores, exímios passadores, exímio iniciadores de bola parada. Então é um time que procura compor dentro do campo do adversário", disse o técnico Náutico, Hélio dos Anjos.

Palavra do técnico

"Temos que ser mais eficientes. Estamos tendo oportunidades, mas elas não estão se concretizando em gol. Acredito que teremos um jogo diferente, pois iremos atuar contra um adversário, fora de casa, parecido com a forma que jogamos. Talvez seja um jogo de poucas oportunidades e temos que aproveitá-las. Precisamos enaltecer nosso grupo, porém, sermos mais efetivos. Acredito que será um grande jogo, de duas equipes que almejam uma situação favorável na competição. Para nós, será um prazer jogar contra o líder do campeonato e teremos a oportunidade de, fora de casa, mostrar nosso trabalho", disse Matheus Costa, técnico do Operário.

Escalação

Thiago Braga; Alex Silva, Reniê, Rodolfo Filemon e Djalma Silva; Rafael Chorão, Marcelo e Tomas Bastos; Jean Carlo, Paulo Sérgio e Felipe Garcia.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Comentários

Últimas notícias