Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

SPORT

Patric tem ação deferida pela Justiça e não faz mais parte do elenco do Sport

A informação foi confirmada pelo repórter da Rádio Jornal Antônio Gabriel em conversa com o advogado do jogador, Donny Livingstone.

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 23/07/2021 às 10:41
Notícia
ANDERSON STEVENS/SPORT
JUSTIÇA Lateral Patrick conseguiu rescisão de contrato por ter um ano de FGTS não recolhido e salários atrasados - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

Com informações de Antônio Gabriel, da Rádio Jornal

O lateral-direito Patric não faz mais parte do elenco do Sport. A ação do jogador contra o clube para a tutela antecipada para rescisão de contrato foi deferida pela justiça. A informação foi confirmada pelo repórter da Rádio Jornal Antônio Gabriel em conversa com o advogado do jogador, Donny Livingstone. Segundo ele, "não houve procura oficial da nova gestão”, apenas conversas.

Agora sem clube, Patric vai analisar o mercado. Uma volta para o Sport não é descartada pelo próprio Donny Livingstone, que condicionou isso a um acerto dos valores em aberto. Donny também disse que a nova gestão havia pedido um tempo para entender as contas do clube.

Sport dispensa Junior Tavares e Maxwell e chega a 10 saídas em dois meses; Confira lista

Elenco mais enxuto; veja quem saiu do Sport este mês

Sport sob nova direção; desafios, realidade e sonhos

ENTENDA O CASO

O lateral-direito Patric entrou na justiça pedindo a rescisão indireta do seu contrato com o Sport no dia 8 de julho, uma semana antes de ocorrer a nova eleição para presidente do clube. Os motivos alegados foram atrasos de dois meses de salários (abril e maio), quatro meses de direito de imagem, um ano de FGTS não recolhido, além do 13º de 2020.

De acordo com o artigo 31 da Lei Pelé, qualquer atleta pode solicitar o seu desligamento do clube no caso de descumprimento de qualquer direito trabalhista referente à pagamentos. O jurídico de Patric identificou quatro irregularidades, citadas acima.

Em entrevista ao Blog do Torcedor na ocasião, o advogado de Patric, Donny Livingstone, ainda afirmou que as acusações feitas pelo então presidente em exercício do Leão, Pedro Lacerda, no qual chamou jogadores do elenco de "canalhas e desleais", pesou bastante para a decisão.

"Fizeram alegações que não conduzem com a índole de Patric. Ele tem uma posição de destaque dentro do clube, onde é o interlocutor dos atletas com a direção. Não respeitaram a história dele, que ama o clube. Para não desgastar ainda mais a imagem dele, decidimos encerrar esse ciclo", disse Donny.

Questionado pela reportagem pelo motivo de entrar na justiça há uma semana das eleições para presidente, uma vez que o problema poderia ser solucionado com a chegada de um novo mandatário, o advogado disse que o atleta cansou de tantas promessas.

"Tivemos algumas reuniões, mas as coisas não avançaram. Para piorar, denegriram a imagem dele. Há pessoas interessadas em manter o Patric no clube para essa reconstrução que tanto falam, mas até agora não há nada de concreto. Há muito disse me disse. Para não ficar esperando e não ter resultado, estamos entrando com essa ação", complementou.

Comentários

Últimas notícias