Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Ilha do Retiro

Vice-presidente afirma que Sport não "está nadando em dinheiro"

Yuri Romão foi eleito vice-presidente de Leonardo Lopes na última eleição do Leão

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 27/07/2021 às 7:02
Notícia
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
O vice-presidente Yuro Romão (D) ao lado do presidente Leonardo Lopes - FOTO: FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Leitura:

Em entrevista ao programa Fórum Esportivo, da Rádio Jornal, o vice-presidente Yuri Romão não escondeu a difícil realidade financeira que vive o Sport. Ele contou que o Leão tem cinco folhas salariais em aberto com os funcionários, sendo três de 2018 e duas deste ano. Romão é o responsável da nova diretoria pelas contas rubro-negras.

"Não tem como ser objetivo porque ainda existem algumas divergências de informações, pois foram pagas algumas coisas para uns funcionários, algumas pessoas. Mas, no geral, gira em torno de cinco folhas: três de 2018 e duas deste ano para os funcionários. Para os jogadores, são duas folhas salariais indo para terceira", disse.

LEIA MAIS

Torcida deve voltar aos jogos de futebol profissional em Pernambuco na Arena; saiba mais

Após empréstimos, Ewerthon e Luciano Juba retornam ao Sport

Técnico do Sport perde dois jogadores para encarar o Bahia pelo Brasileirão

Confira a classificação do Brasileirão; Sport deixa a zona de rebaixamento

"Tivemos a possibilidade de sair com a vitória", diz Louzer após empate do Sport com o Ceará

No futebol, Yuri Romão também revelou que o Sport ganhou um fôlego financeira com as recentes saídas do elenco. Foram elas: o goleiro Luan Polli, o zagueiro Adryelson, o lateral-direito Patric, o lateral-esquerdo Júnior Tavares, os volantes Rentería e Ricardinho e os atacantes Maxwell, Toró e Hernane Brocador.

"Essas saídas representam um alívio em torno de R$ 500 mil a menos de salários. Estamos ainda negociando as rescisões, fazendo acordos sobre essas saídas para minimizar o passivo", comentou o dirigente rubro-negro.

O vice-presidente do Leão ainda salientou a importância do apoio da torcida, como por exemplo, na venda dos ingressos virtuais para o último jogo contra o Ceará. O Sport arrecadou quase R$ 150 mil. Segundo Romão, o clube gasta cerca de R$ 60 mil para realizar um jogo da Série A do Campeonato Brasileiro na Ilha do Retiro.

"O apoio dos torcedores ajuda muito. Hoje o Sport para entrar em campo tem um custo de R$ 60 mil. Isso porque tem taxa de arbitragem, VAR, ambulância e para todo staff de um jogo. Empatou? Tem o bicho. Então, tudo é custo. No passado, tinha receita de bilheteria, bar, que ajudava na questão financeira, no pagamento das contas", ressaltou Yuri.

"É importante ter essa transparência para o torcedor não achar que o clube está nadando em dinheiro. Estamos trabalhando e fazendo muito esforço para resolver essa questão financeira. O Sport vai precisar da união de todos os grandes rubro-negros", completou.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Comentários

Últimas notícias