Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

crise

Agonizando na Série C, Santa Cruz perde do Manaus e amarga quinta derrota consecutiva

Situação tricolor é delicadíssima. Com cinco derrotas consecutivas, o time coral precisa de uma campanha milagrosa para não cair para a Série D.

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 01/08/2021 às 19:56
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Jogo entre o Santa Cruz (PE) e o Manaus (AM). Partida valida pelo Campeonato Brasileiro Série C , realizada no estádio do Arruda, em Recife (PE), neste domingo, 01 de agosto de 2021. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Continua o sofrimento tricolor. Mesmo apelando para o divino, quando chamou um padre para benzer o Arruda, o Santa Cruz perdeu mais uma na Série C, a quinta partida consecutiva. Desta vez, o algoz foi o Manaus, que venceu por 2x1, na noite deste domingo (1), e tornou a situação do tricolor na Série C quase que insustentável.

Restando apenas oito rodadas para o fim da fase de grupos, o time coral precisa de um verdadeiro milagre para não ser rebaixado para a quarta divisão. São necessários seis triunfos em oito jogos à disputar. Na contramão, os pernambucanos já estão há mais de três meses sem vitórias, rendendo ao time do técnico Roberto Fernandes a lanterna da competição.

A última vitória aconteceu no dia 28 de abril, quando venceu o Retrô por 3x2, pelo Campeonato Pernambucano. Desde então, são 11 partidas sem o sabor dos três pontos. Além das sete derrotas e três empates no Campeonato Brasileiro, o time tricolor ainda havia empatado um jogo na última rodada do Campeonato Pernambucano.

O Jogo:

Um placar que não refletiu o que foi o jogo. Assim pode ser resumido o primeiro tempo de Santa Cruz e Manaus. Os tricolores mandaram na etapa inicial, mas acabaram sucumbindo à falhas individuais, num apagão da defesa nos 10 primeiros minutos de jogo. Foram duas saídas de bola erradas, que culminaram em finalizações perigosas dos visitantes. Na terceira, os manauaras não perdoaram. Gabriel Davis acertou belo cruzamento da esquerda para direita e contou com furada do lateral Leonan. A bola sobrou limpa para o estreante Denílson, que chegou chapando de primeira, abrindo o marcador.

Apesar da adversidade, o time do técnico Roberto Fernandes não se retraiu. Pelo contrário, se lançou ao ataque em busca do empate. Os donos da casa tiveram maior volume de jogo e fizeram uma grande blitz à defesa amazonense. Foram 10 finalizações, sendo quatro apenas de Bruno Moraes, que fazia sua reestreia com a camisa coral. O centroavante foi bastante municiado por Elias Carioca, Lelê e Vitinho, que a todo momento procuravam a referência ofensiva. O gol, no entanto, não veio.

Como num flashback, o filme do primeiro tempo se repetiu no segundo. Aos sete minutos, vacilo da defesa, mais um gol do Manaus, desta vez, de Rafhael Lucas. Após escanteio, a bola passou por todo mundo e sobrou para o atacante, que acertou um belo chute. O balde de água fria nocauteou o Santa Cruz. O time sentiu o baque e não conseguiu esboçar reação.

Foram raros os momentos de lucidez da equipe, apesar das substituições.  Apesar de tudo, já nos acréscimos, os tricolores tiveram um último suspiro de ânimo e conseguiram diminuir o marcador com Pipico. A reação no entanto, foi tardia. Agora, na próxima rodada, o Santa Cruz visita o Floresta, próximo sábado (7), às 17h, no interior do Ceará.

Ficha do Jogo:

Santa Cruz - 1: Jordan; Weriton, Breno Calixto, Rafael Castro e Leonan; Tarcísio, Vitinho (Pipico) e Rondinelly (João Cardoso); Elias (Rone) (Frank), Lelê (Madson) e Bruno Moraes. Técnico: Roberto Fernandes.

Manaus - 2: Gleibson; Edvan, Luis Fernando, Marcelo Augusto e Dudu Mandai; Guilherme Amorim (Vinícius Barba), Gilson e Gabriel Davis (Diego Rosa); Anderson Paraíba (Douglas Lima), Denilson (Allan Dias) e Rafhael Lucas (Vitinho). Técnico: Evaristo Piza.

Local: Arruda, no Recife.

Horário: 18h

Árbitro: Leonardo Sigari Zanon (PR)

Assistentes: Weber Felipe Silva e Andrey Luiz de Freitas (Ambos do PR)

Gols: Denílson, aos 9 minutos do 1ºT; Rafhael Lucas, aos 7 minutos do 2ºT e Pipico, aos 46 minutos do 2ºT.

Cartões amarelos: Luis Fernando, Vitinho e Gleibson (Manaus); Vitinho e Tarcísio (Santa Cruz)

Comentários

Últimas notícias