Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

CALMA

Hereda reforça que prioridade do Náutico é o acesso para só depois pensar em ser campeão

O Timbu é o líder da Série B com 30 pontos e tem apenas uma derrota até aqui

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 04/08/2021 às 19:52
Notícia
TIAGO CALDAS/NÁUTICO
Avaliando o nível da Série B até aqui, Hereda destacou que os alvirrubros esperavam um caminho difícil. - FOTO: TIAGO CALDAS/NÁUTICO
Leitura:

A Série B do Campeonato Brasileiro está se aproximando da metade e o Náutico segue na liderança. Mais do que ver o acesso à Série A cada dia mais próximo de se tornar uma realidade, ocupar a primeira posição da tabela alimenta a esperança de uma possível conquista do título de campeão da Segundona, pelo menos para alguns. No caso do lateral Hereda, esse não é um assunto para se pensar agora. O jogador frisa que a prioridade é outra. 

Avaliando o nível da competição até aqui, Hereda destacou que os alvirrubros esperavam um caminho difícil. Vale ressaltar que a Série B de 2021 está sendo considerada a "super Série B" devido à presença de equipes como Botafogo, Vasco, Cruzeiro, Coritiba e Goiás -  dessas, o Timbu enfrentou e venceu o Botafogo e o Goiás, empatou com o Vasco e perdeu para o Coritiba, que foi a única derrota da equipe na competição até agora. 

"Antes de começar a gente sabia que ia ser bem difícil essa competição, mas a gente entrou bem focado, jogo após jogo. Acho que o primeiro objetivo do nosso time é se manter e subir para a Série A e depois pensar em ser campeão ou não, mas é uma Série B muito difícil e tem adversários muito bons também", avaliou Hereda. 

O foco do Náutico, citado por Hereda, merece crédito pela campanha que o time tem feito na competição. Com 30 pontos e no primeiro lugar, o alvirrubro ostenta uma campanha com oito vitórias e seis empates e apenas uma derrota. O Timbu se manteve invicto por 14 rodadas, quebrando o recorde de maior sequência invicta da Série B, que pertencia à campanha do Corinthians, em 2008. Essa sequência só foi quebrada na sexta-feira passada (30), quando perdeu para o Coritiba, fora de casa, ou seja, o Náutico continua invicto jogando em casa, desde 2020 e é o melhor mandante da competição, com 18 pontos conquistados em casa. A equipe também tem um dos melhores ataques da competição, com 24 gols marcados, ao lado do Guarani. 

Mesmo com todos esses pontos a favor, o Náutico vive um momento de "alerta ligado". Depois de perder peças fundamentais do time, como o zagueiro Wagner Leonardo e o atacante Erick, que deixaram o clube, e o atacante Kieza, lesionado, a equipe se reorganiza para manter o futebol que apresenta desde o início da temporada. Depois da derrota para o Coritiba, os alvirrubros têm um novo compromisso pela Série B e um novo momento para colocar à prova as saídas encontradas pelo técnico Hélio dos Anjos, sua comissão técnica, diretoria e jogadores para lidar com os obstáculos da jornada até o acesso. O Náutico enfrenta o Confiança, no estádio dos Aflitos, no próximo sábado (7), às 16h30.

"Todo jogo é difícil, assim como foram os anteriores, esse vai ser difícil também. Sabemos que todos os times vêm aqui muito fechados, concentrados em uma bola e a gente vai jogar para fazer o gol, para ganhar o jogo, se Deus quiser. Sabemos que vai ser muito difícil, mas é ter bastante concentração para fazer com isso aconteça", disse. 

 

Comentários

Últimas notícias