Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

público

Náutico ameaça jogar em Maceió ou João Pessoa se torcidas não forem liberadas no Recife

12 das 16 cidades dos times da Série B já liberaram as torcidas.

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 15/09/2021 às 12:28
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Presidente reconheceu momento ruim e disse que o Náutico não pode acostumar com derrotas. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

De acordo com a última atualização do Plano de Convivência da Covid-19 em Pernambuco, as torcidas ainda não estão autorizadas a voltarem aos estádios de futebol no Estado. O assunto, no entanto, vem avançando em todo o País, com times já conseguindo receber público nos estádios, como é o caso do Flamengo e Cruzeiro. O Atlético-MG também tem a liberação, mas decidiu que só flexibilizará o tema quando houver um consenso nacional.

Na Série B, os clubes fizeram um acordo com a CBF de que quando as Secretarias de Saúde de 80% dos 16 municípios dos times liberassem as torcidas, o público poderia retornar. Apenas Recife, Salvador, Londrina e Campinas ainda não estão na lista. Caso uma destas cidades consiga, os estádios podem voltar a ver pessoas.

Com Recife com cenário ainda incerto, o presidente do Náutico, Edno Melo, afirmou ter uma estratégia ousada para que os alvirrubros possam voltar a ver o Timbu em campo.

"O Náutico está disposto a jogar tanto em João Pessoa, como em Maceió para prestigiar sua torcida e que a gente volte a ter público nos estádios", afirmou.

Segundo Edno, Pernambuco já reúne condições de receber as torcidas, mas o Governo está optando por deixar o futebol à margem.

"Estão pegando o futebol pra boi de piranha. Todos os eventos estão sendo liberados, inclusive pra 1.200 pessoas. Se pode um evento fechado para esse público, não sei porque não poder num campo de futebol, que é aberto. Todo mundo estaria testado, vacinado", complementou.

 

Comentários

Últimas notícias