Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

ELEIÇÃO

Depois de gerir futebol do Santa Cruz, Alexandre Mirinda mira candidatura à presidente da FPF

Ex-dirigente do Tricolor não esconde o desejo de comandar o futebol do Estado

Marcelo Cavalcante
Marcelo Cavalcante
Publicado em 28/10/2021 às 18:13 | Atualizado em 28/10/2021 às 18:15
Divulgação
Mirinda (3º da esquerda para direita foi homenageado pelo departamento de futmesa do Santa Cruz - FOTO: Divulgação
Leitura:

Durante a tormenta que viveu o Santa Cruz na temporada, o ex-presidente Alexandre Mirinda apareceu de forma mais intensa no Arruda para tentar livrar o clube do rebaixamento à Série D.  O time até mostrou certa reação, mas não conseguiu o objetivo. Mirinda saiu de cena. Viajou para arejar as ideias. E voltou ao Recife com um novo pensamento. Ainda maior do que gerir o futebol do Tricolor. Ao Blog do Torcedor ele confirmou sua intenção em disputar a eleição para presidente da Federação Pernambucana de Futebol em 2022.

A informação já havia sido compartilhada pelo ex-árbitro Wilson Souza, que também mostrava seu interesse em ser vice da chapa encabeçada por Mirinda. Mas o ex-dirigente coral mantém cautela quanto a cargos. O momento, para ele, pede conversa. "Primeiro, eu preciso conversar com minha família. Vou aproveitar o feriadão para isso. Não tenho esse pensamento de cargos. A gente precisa conversar, pois não se faz política sozinho", disse Mirinda, que ainda pretende ouvir dirigentes de clbues e também das ligas do interior. "Caso decida ser candidato, o primeiro que vou procurar é o atual presidente, Evandro Carvalho, que sempre foi atencioso comigo", completou.  

O ex-homem forte do futebol do Santa Cruz disse que a semente do sonho de ser presidente da FPF surgiu da procura de alguns dirigentes dos clubes do Estado para que ele lançasse a candidatura. Como tem uma história no futebol pernambucano, tanto como atleta e dirigente, acredita que pode dar sua contribuição. 

"Acho que a representatividade do futebol pernambucano caiu muito no cenário nacional. Não é uma crítica, é uma constatação. Não sei se isso é uma visão dos últimos gestores,  mas não podemos ter uma federação com muito dinheiro e os clubes com o pires na mão", afirmou.

Embora não queira se declarar oficialmente candidato, Alexandre Mirinda já tem discurso como tal. E ideias para que o futebol pernambucano tenha um novo caminho.  "É importante fortalecer as divisões de base, o futebol do interior, as Ligas, os campos de pelada. Não vejo um projeto e um programa que valorizar isso. Quero contratar um olheiro de grande gabarito e colocar o serviço a disposição dos clubes que desejarem", adianta. 

Mirinda acredita que futebol não tem espaço para amadores. E se considera um desportista experiente com a capacidade de colaborar com o esporte pernambucano. "Fui atleta do Náutico, Santa Cruz e América. Nunca recebi um centavo. Por isso, sou um dirigente amador, mas não sou um amador no futebol", esclarece. 

HOMENAGEM 

Enquanto não oficializa sua candidatura, Alexandre Mirinda recebe homenagem no Arruda. Na última quinta-feria, ele esteve na Sala Constantino Barbosa de Futmesa, do Santa Cruz. Na ocasião, o primeiro diretor da modalidade, Armando Francisco da Silva Filho - Armandinho e o Conselheiro Lozymayer Renato, foram convidados pelo atual diretor, Sergio Travassos, para entregar o Título de Botonista Coral Honorário à Mirinda. "Joguei botão na minha infância. Lembro demais de comprar meu time de botão na Casa da Cultura", declarou.

O Departamento de Futmesa do Santa é um dos mais tradicionais do Brasil. O clube, além de vários títulos, é fundador da Federação Pernambucana e também introdutor de várias modalidades oficiais na região Nordeste. 

Comentários

Últimas notícias