Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

DE OLHO EM 2022

Santa Cruz: Novo executivo de futebol fala sobre escolha e desafio de vir para o Tricolor

Marcelo Segurado já trabalha no planejamento do Santa Cruz para 2022

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 28/10/2021 às 17:06 | Atualizado em 28/10/2021 às 17:43
DIVULGAÇÃO/GOIÁS
OPINIÃO Segurado viu evolução do Santa Cruz na partida contra o Floresta - FOTO: DIVULGAÇÃO/GOIÁS
Leitura:

O Santa Cruz terá que queimar muita lenha para se transformar num clube vencedor em 2022. Recém-chegado, o novo executivo de futebol do Tricolor do Arruda, Marcelo Segurado, tem a missão de fazer o que não foi feito nesta temporada: construir uma equipe que reerga o clube dentro de campo. Tamanho desafio foi um dos motivos de ter trazido o executivo para o Recife, além do "projeto de profissionalização" que foi apresentado para ele.

 

"Eu havia conversado com o pessoal do Santa Cruz, na época foi o próprio Diego (Hydalgo) que havia me ligado, perguntando se eu tinha interesse. E me apresentou um projeto, achei interessante, um projeto de profissionalização, um planejamento em cima desse clube, de como seriam as coisas, mas dependeria muito da classificação do Santa Cruz na Copa do Nordeste. Porque se não classificasse, as coisas ficariam mais difíceis financeiramente. Então a gente ficou de conversar após esses jogos que o Santa Cruz teria para se classificar para a Copa do Nordeste", explicou Segurado em entrevista à Rádio Jornal.

>>Sem receita, diretor do Santa Cruz fala como clube irá sobreviver até final do ano

>> Veja como está o elenco do Santa Cruz e quem tem contrato para 2022

O Santa Cruz entrou em campo afim de jogo diante do Floresta, nas Eliminatórias da Copa do Nordeste, mas acabou vacilando defensivamente e caindo nas penalidades. Perdendo a oportunidade de ter uma cota milhonária em 2022, a Cobra Coral entrou numa maré de incertezas para o planejamento do próximo ano. A mesma incerteza aconteceu com o executivo de futebol, que já não achava mais que viria para o clube Tricolor após a eliminação.

"Eu entendi que a coisa não ia andar, já estava articulando outras situações para dar seguimento à minha carreira. Logo depois, foi organizado uma nova estrutura administrativa no Santa Cruz, onde colocou um CEO (Abdias Venceslau), efetivando o Diego no futebol. Eles me ligaram, fizemos uma videoconferência e eles me apresentaram o planejamento, um projeto, com dificuldades. Foram bem claros com tudo isso. Eu achei muito bacana o projeto, e aí me chama atenção, participar da reestruturação de uma instituição do tamanho do Santa Cruz, da importância disso, é desafiador", acrescentou.

>> Após invasão de torcedores na Arena, veja como o Santa Cruz se movimenta para não sofrer penalidade da CBF

>> Sem Copas do Brasil e do Nordeste, veja como será o calendário do Santa Cruz para 2022

"Então percebendo o tamanho da torcida, a importância do Santa Cruz com o planejamento que me foi passado de profissionalização e de uma condução cada vez mais profissional no departamento de futebol e em outros departamentos do clube. Me foi colocado a dificuldade financeira e tudo, mas tudo o que for acordado comigo ou com qualquer funcionário, com os atletas, comissão técnica, vai ser honrado. Então isso é muito importante", completou o executivo de futebol da Cobra Coral.

Desejo de voltar para o Nordeste

Marcelo Segurado tem uma passagem marcante no Nordeste. O executivo trabalhou no departamento de futebol do Ceará de 2017 até 2019, conquistando o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro, além do Bicampeonato Cearense (2017 e 18). Segundo ele, retornar para a região nordestina era um desejo que acabou sendo realizado com o Santa Cruz, que não foi o único clube a procurá-lo.

"Eu tinha uma conversa com outro clube do Nordeste, mas que foi em virtude de muita convusão, entra e sai gente, sabe? E as coisas não andaram... Eu sempre quis estar em Pernambuco, eu sempre quis estar trabalhando aí e acho que é uma forma de eu estar mostrando, também, meu trabalho aí", contou Segurado.

Comentários

Últimas notícias