Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

brasileirão

"Estão com medo da gente": VP do Grêmio esbanja confiança na permanência na Série A

Segundo o vice-presidente gaúcho, os tricolores estão provando que são um fenômeno

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 24/11/2021 às 9:04
Notícia
LUCAS UEBEL/GRÊMIO
Vice-presidente do Grêmio cravou que equipe gaúcha não cairá para a segunda divisão - FOTO: LUCAS UEBEL/GRÊMIO
Leitura:

O Grêmio empatou em 2x2 com o Flamengo na noite da última terça-feira (23) e se manteve a quatro pontos de sair da zona de rebaixamento, restando quatro rodadas para o fim do Brasileirão. Apesar da situação complicada, o vice-presidente da equipe gaúcha, Denis Abrahão, esbraveja confiança na permanência. Em coletiva de imprensa após a partida, o dirigente cravou que seu clube não cai.

"O Grêmio não vai cair para a segunda divisão. O Grêmio deu provas hoje de que é um fenômeno. Os adversários estão com medo do Grêmio. Eu nem sei quem vai apitar na Bahia, mas eu lhe desejo muita sorte senhor juiz. Porque, não brinque com a história do futebol brasileiro. Seja correto. Apite a lei do jogo", disse, se antecipando ao próximo confronto dos gaúchos, contra o Bahia, em Salvador.

De acordo com o site Chance de Gol, as chances de rebaixamento do Grêmio ainda são de 81,7%. A equipe do técnico Vagner Mancini tem quatro confrontos restantes contra times que aspiram cenários no Brasileirão. Os tricolores fazem o confronto direto contra o Z4 diante do Bahia, depois pegam o São Paulo, que ainda teme a queda. Por fim, enfrenta o Corinthians, que briga pela Libertadores e encerra sua participação diante do Atlético-MG. Este último, no entanto, já deverá ter sido campeão brasileiro até lá.

O Grêmio ocupa a 18ª colocação com 36 pontos somados, a três de distância do Sport, vice-lanterna. A diferença para o Bahia, 17º é de um ponto, e para o Juventude, 16º, é de quatro.

Confira a entrevista na íntegra:

Comentários

Últimas notícias