Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Náutico

Após ação na justiça, diretor do Náutico detona Hélio dos Anjos e diz que ele liberou jogadores para briga com torcida

Hélio dos Anjos deixou o comando técnico do Náutico no início de fevereiro

Eduardo Falcão
Eduardo Falcão
Publicado em 07/04/2022 às 17:30 | Atualizado em 08/04/2022 às 12:06
TIAGO CALDAS/ NÁUTICO
Hélio dos Anjos deixou o Náutico no início de fevereiro - FOTO: TIAGO CALDAS/ NÁUTICO
Leitura:

A novela envolvendo Náutico, Hélio dos Anjos e a Justiça, ganhou mais um capítulo na última terça-feira (5), quando o ex-treinador do Timbu e o seu filho, Guilherme dos Anjos, entraram com mais uma ação judicial contra o time alvirrubro.

Hélio dos Anjos exige o pagamento de R$ 2.190.335,18. Já Guilherme dos Anjos solicita a quantia de R$ 818.513,20, para ser paga pelo Náutico. Entre os motivos alegados pelos dois estão: assédio moral, atraso de salários, multas e a contestação da demissão por justa causa, além de vários outros itens.

Em contato com a reportagem do Blog do Torcedor, o diretor de futebol do Náutico, Roberto Selva, revelou que o Náutico ainda não foi notificado sobre o processo judicial, e que não é válido o pedido feito por Hélio dos Anjos, que contesta à demissão por justa causa e alega ter sofrido danos morais.

"O clube não foi notificado. Para se chegar nesse patamar, Hélio pode estar pedindo valores como se não fosse válida a justa causa que foi aplicada a ele, além de diversos itens que não se aplicam para a hipótese, inclusive 10 meses de contrato pra frente, o que não cabe".

TIAGO CALDAS/NÁUTICO
Hélio dos Anjos deixou o Náutico em fevereiro de 2022 - TIAGO CALDAS/NÁUTICO
 

Hélio dos Anjos acabou sendo demitido do Náutico ainda no início de fevereiro, após o seu filho, Guilherme dos Anjos, postar uma desabafo na rede social, devido a uma briga generalizada entre torcedores e jogadores, após a derrota para o Retrô - 2x1, pela primeira fase do Campeonato Pernambucano.

Por conta da atitude de Guilherme dos Anjos, a direção do Náutico demitiu por justa causa o ex-auxiliar técnico do clube. Dias depois, o Náutico também divulgou a saída do então técnico Hélio dos Anjos, também por justa causa.

O diretor de futebol do Náutico também relatou que o clube alvirrubro irá apresentar a sua defesa no caso e disse que Hélio dos Anjos liderou a saída dos jogadores do vestiário para a briga com os torcedores.

"O Náutico apresentará sua defesa no processo e demonstrará que ele liderou atletas pra sair do vestiário de forma voluntária pra um confronto absurdo com torcedores comuns, descumprindo o papel de técnico e líder".

Em entrevista ao "GE", Hélio dos Anjos afirmou que teve a sua imagem prejudicada após a decisão do Náutico de demiti-lo por justa causa. Mas a informação foi contestada pelo diretor do Timbu, que pontuou que foi o ex-treinador, que ofendeu a presidência do clube alvirrubro de forma grave.

"Ele publicou situações não verdadeiras sobre o clube na imprensa, ratificando insubordinações reiteradas do filho dele, e ele ainda ofendeu a presidência da instituição de forma grave. Hélio pede situações descabidas. Se houve danos, foi ao clube pela conduta de Hélio nos fatos ocorridos entre 09 e 10 de fevereiro", finalizou.

Comentários

Últimas notícias