Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

FLAMENGO

FLAMENGO: Jorge Jesus está distante do Fenerbahçe e pode acertar com o rubro-negro; veja

Jorge Jesus é um dos grandes ídolos do Flamengo

Manuel Dias
Manuel Dias
Publicado em 16/05/2022 às 21:22
ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO
Jorge Jesus ganhou projeção nacional no Brasil após trabalho na temporada 2019 - FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO
Leitura:

Jorge Jesus ainda é um dos assuntos mais comentados do futebol brasileiro. Isso porque, de acordo com o jornalista Renato Maurício Prado, do UOL, o português revelou que deseja retornar ao Flamengo.

Além disso, o treinador teria colocado um prazo para fechar com o rubro-negro até o dia 20 de maio. Depois disso, pensaria sobre o seu futuro.

Após as relações informadas pelo jornalista, Jorge Jesus foi duramente criticado por parte da imprensa e até mesmo por companheiros de profissão, como Mourinho. Isso porque o Flamengo já possui um treinador, português, que passa por uma fase complicada pelo time.

Após diversas críticas, Jorge Jesus voltou para Portugal e tudo estava se confirmando para que o treinador acertasse com o Fenerbahçe - que deseja contar com o profissional.

Porém, nesta segunda-feira (16), de acordo com Diego Lugano - comentarista do ESPN FC - o treinador não está fechado com o time turco.

O ídolo do São Paulo ainda afirmou que conversou com o diretor mais importante do Fenerbahçe, que disse que Jesus está distante do time.

Em entrevista ao SporTV, o Jorge Jesus afirmou que o time turco estaria interessado no trabalho, mas que não sabia sobre o seu próprio futuro.

''Quando chegar a Portugal, vou começar a conversar o que vou fazer da minha vida. Inclusive uma equipe, que é o Fenerbahçe, está à espera que eu chegue a Portugal. Não sei o que vai acontecer, mas vou ter que começar a ter decisões'', afirmou.

Comentários

Últimas notícias