Dicas e informações de viagens, férias e turismo
Turismo de Valor

Descubra dicas de viagem e roteiros para as férias, além dos destinos e atrações que estão em alta no turismo.

TOCANTINS

Jalapão: o trekking e nascer do sol no Morro do Jacurutu

A experiência começa com uma subida na madrugada e termina com um lindo amanhecer no morro

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 18/03/2022 às 8:00
Leonardo Vasconcelos / Especial para JC Imagem
O amanhecer no Morro do Jacurutu revela uma paisagem impressionante do Jalapão - FOTO: Leonardo Vasconcelos / Especial para JC Imagem
Leitura:

Para finalizar (ou iniciar) a aventura no nosso roteiro sugerido do Jalapão Radical uma boa pedida é acompanhar o nascer do sol fazendo um trekking na madrugada. Um dos locais mais procurados para curtir a alvorada no cerrado é a Serra do Espírito Santo, mas uma outra boa opção é o Morro do Jacurutu.

Apesar de menos famoso que o primeiramente citado, o local tem um percurso mais fácil e com um lindo visual do amanhecer na região. "Nós saímos as 3h30 da madrugada, fazemos um percurso de 50 minutos de carro, depois encaramos uma subida de 20 a 30 minutos em um trajeto de 550 metros de comprimento e chega até a 100 metros de desnível. Chegamos no topo ainda escuro pra ver todo o processo do amanhecer do dia de lá. Vale muito a pena porque é uma energia bem legal", explicou o guia Pablo Brito, da agência Cerrado Dourado, com a qual a coluna Turismo de Valor fez todo o passeio no Jalapão.

Além de lindo, o Morro do Jacurutu guarda algumas curiosidades. "O nome do morro vem da comunidade do Jacurutu que fica próxima e o nome é de uma espécie de coruja. E de lá de cima é possível ter uma visão de 360 graus do Jalapão e avistar várias formações rochosas como a Serra do Espírito Santo", finalizou Pablo. 

SERRA DO ESPÍRITO SANTO

Um lugar para não só ver, mas vencer. Com seu formato semelhante a uma pirâmide em meio ao retilíneo paredão rochoso, a Serra do Espírito Santo é difícil de não ser notada. Difícil também é resistir ao convite de subi-la para admirar um dos mais belos nascer do sol no Jalapão. Uma trilha relativamente difícil, mas plenamente recompensadora. É preciso exigir dos joelhos para beneficiar os olhos. A subida é equivalente a um prédio de 83 andares.

Apesar do número impressionar, não se deixe pressionar. Apesar da altura ser considerável ela vai sendo alcançada aos poucos, em um ritmo confortável. A subida começa ainda de madrugada por volta das 4h e durante o caminho são feitas paradas para tomar fôlego e admirar a paisagem noturna. Quando se chega ao topo, tudo ainda está escuro. Aos poucos, o horizonte começa a se delinear com os primeiros raios solares. Basta escolher uma pedra para se encostar, curtir o friozinho da altitude e contemplar uma suada e inesquecível alvorada.

Comentários

Últimas notícias