Redes sociais

"CPF cancelado", "ele morreu" e mais. Como a internet reagiu à morte de Lázaro Barbosa

Muitos comemoraram nas redes sociais o fato dele ter sido morto durante confronto com os policiais. Pessoas públicas reprovaram a ação da polícia, pois com Lázaro morto, a investigação sobre o envolvimento de fazendeiros da região de Cocalzinho com ele pode ficar comprometida

JC
JC
Publicado em 28/06/2021 às 11:24
DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL
Lázaro Barbosa foi morto no dia 28 de junho em confronto com policiais da força-tarefa que fazia buscas por ele há 20 dias - FOTO: DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL
Leitura:

A morte de Lázaro Barbosa, suspeito de uma série de crimes cometidos na Região de Cocalzinho, em Goiás, desta segunda-feira (28) repercutiu nas redes sociais, assim como vinha acontecendo durante o período de 20 dias de buscar por ele pela Polícia Militar. 

 

Ao menos três termos subiram nos trending topics do Twitter: "Lázaro", "ele morreu" e "CPF cancelado", em referência a morte de Lázaro. Neste último caso, muitos comemoraram o fato dele ter sido morto durante confronto com os policiais. 

Reprovação 

Outras pessoas públicas reprovaram a ação da polícia, pois com Lázaro morto, a investigação sobre o envolvimento de fazendeiros da região de Cocalzinho com ele pode ficar comprometida. 

Há indícios que ele tenha sido abrigado e auxiliado na fuga por fazendeiros da região, que forneciam alimentação, estadia. O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda chegou a afirmar que acredita que ele esteja recebendo ajuda de uma "rede criminosa".

 

 

 

 

 

Comentários

Últimas notícias