CRIATURAS DO ZOO

Dois Irmãos: conheça Leo, um rei traumatizado à procura de um amor

O leão de 17 anos é o único sobrevivente da tragédia do Circo Vostok, nos anos 2000

Amanda Rainheri
Amanda Rainheri
Publicado em 14/05/2017 às 8:30

Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Leo sobreviveu à tragédia do Circo Vostok, quando seus pais mataram uma criança após um show em Jaboatão e foram mortos em seguida - FOTO: Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Leitura:

Quem vê Leo tranquilo em seu recinto não imagina a vida de sofrimento que o levou até o Parque de Dois Irmãos, há 17 anos. O leão é o único sobrevivente da tragédia do Circo Vostok, em 2000, em Jaboatão dos Guararapes. Durante o espetáculo daquela noite de abril, uma criança foi arrastada para dentro da jaula dos leões, que não eram alimentados há dias.  

Leo tinha apenas 4 meses na época. A mãe e o pai foram mortos a tiros por policiais. Quase 20 anos depois, o animal fica nervoso com fardas e sirenes de viaturas. "Ele ficou marcado pelo episódio, ainda fica muito agitado no recinto com as coisas que lembram daquela noite", conta a veterinária Luciana Rameh.   

O animal  teve as garras arrancadas enquanto levava a vida itinerante do circo e, por isso, não sobreviveria na natureza. Em cativeiro, ele superou a expectativa de vida de um leão na natureza. "Com essa idade ele provavelmente já estaria sendo substituído por um leão mais novo no comando", explica Luciana.  

PARCEIRA

Leo também está à procura de uma namorada. "Estamos sendo exigentes, já que ele não tem nenhuma doença. As candidatas que apareceram eram soropositivas, então continuamos procurando", acrescenta o gestor do parque, George Rêgo Barros.  

Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Macaco-prego-galego passou 300 anos desaparecido e pode ser observado hoje no parque - Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Sena completa 60 anos em agosto e é o chimpanzé mais velho do Brasil de que se tem notícia - Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Leo é o único sobrevivente da tragédia do Circo Vostok - Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
O zoo de Dois Irmãos abriga segunda maior coleção do Brasil em espécies de abelha - Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Pingo é uma raposa com defeito de nascença na pata e não sobreviveria fora do zoo - Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
O zoo abriga uma das 150 araras-bolivianas existentes no mundo - Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Foto: Divulgação
Pota aprendeu a abrir a boca e deixar o tratador escovar seus dentes - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
A águia-chilena foi vítima de caçadores e tem balas de chumbo alojadas nas asas - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
A tigresa desenvolveu gastrite devido ao estresse do dia a dia - Foto: Divulgação

Últimas notícias